Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.560,83
    +363,01 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.326,68
    +480,85 (+1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,67
    +0,22 (+0,25%)
     
  • OURO

    1.720,90
    +0,10 (+0,01%)
     
  • BTC-USD

    20.019,36
    -253,70 (-1,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    455,55
    -7,57 (-1,64%)
     
  • S&P500

    3.744,52
    -38,76 (-1,02%)
     
  • DOW JONES

    29.926,94
    -346,93 (-1,15%)
     
  • FTSE

    6.997,27
    -55,35 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    18.012,15
    -75,82 (-0,42%)
     
  • NIKKEI

    26.981,32
    -329,98 (-1,21%)
     
  • NASDAQ

    11.521,75
    -20,00 (-0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0961
    -0,0174 (-0,34%)
     

Luan nega que tenha tido problemas com a noite de São Paulo quando jogava no Corinthians

Luan fez 78 jogos pelo Corinthians e marcou nove gols (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)


Emprestado pelo Corinthians ao Santos, o meia-atacante Luan negou que a noite de São Paulo o atrapalhou durante a passagem pelo Timão.

+ Yuri Alberto passa em branco em eliminação do Timão; veja notas

- Nunca fiquei sabendo, nunca alguém da diretoria disse que ficou sabendo. É mentira de pessoas que não estavam lá. Sempre fui transparente com a diretoria que soube de tudo - disse o atleta durante a sua apresentação no Peixe.

Contratado pelo clube do Parque São Jorge em 2020 já em uma tentativa de recuperação de futebol, pois estava em baixa no Grêmio, Luan nunca correspondeu a expectativa corintiana de repetir as atuações do biênio 2016 e 2017, que lhe rendeu o protagonismo em conquistas importantes no Tricolor Gaúcho e até mesmo na então inédita medalha de ouro olímpica da Seleção Brasileira.

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

O jogador, no entanto, revelou que tinha o objetivo de voltar ao seu melhor nível no início deste ano defendendo o Corinthians, mas a falta de oportunidades não tornou isso possível.

- Me dediquei 100% nos treinamentos, em estar preparado para a hora que tivesse oportunidade de jogar. Tive a oportunidade de sair no começo do ano e não quis, porque tinha desejo de jogar lá e retribuir o que a diretoria tinha feito por mim, mas não foi possível e agora passou - afirmou Luan.

Nos últimos meses da sua passagem pelo Corinthians, Luan teve uma lesão no quadril, porém disse que estava recuperado há um mês e não entende o motivo de não ter ganho oportunidades com o técnico Vítor Pereira.

- Com a nova troca de treinador eu não tive oportunidades de jogar, mas vinha treinando, me dedicando, sempre estava pronto para poder jogar. Tive uma lesão que me atrapalhou muito, fiquei bastante tempo fora, há um mês eu estava treinando normal e aí era uma opção não sei se da diretoria ou do treinador, mas estava 100% e não entendi porque não tive chances de poder jogar. Teve uma época que tinha vários machucados. Não entendo também, porque estava 100% preparado, treinando com o grupo. Mas isso passou - comentou o jogador.

Antes, Luan disse que a pandemia pouco tempo após a sua chegada ao Timão atrapalhou o coletivo corintiano e, em paralelo, com a sua parte individual.

- Eu começo com o Tiago Nunes, venho jogando, faço alguns gols e logo em seguida entra a pandemia e quando voltamos não consegui manter o mesmo ritmo, isso a equipe toda. Não conseguimos ir bem em equipe, eu também não. Com a troca de treinador, eu não jogava. No ano passado, quando pedi para jogar, eu voltei bem, fiz gols, ajudei a equipe, a gente chegou na semi do Paulista - afirmou o ex-atleta corintiano.

Com contrato até o fim do ano que vem com o Timão, o acordo do clube do Parque São Jorge com o Peixe envolve o pagamento de 80% dos salários, o que representa algo em torno de R$ 850 mil por mês. Inicialmente, o acordo envolve Luan até o fim deste ano na equipe santista. Caso o clube da Vila Belmiro queira seguir com o jogador na próxima temporada, passará a pagar 30% dos vencimentos dele.