Mercado abrirá em 6 h 20 min

'Lua perdida' poderia ser a origem dos anéis de Saturno

Saturno foi formado há 4,5 bilhões de anos, nas origens do sistema solar (Getty Image)
Saturno foi formado há 4,5 bilhões de anos, nas origens do sistema solar (Getty Image)
  • Cientistas investigam a origem dos anéis de Saturno

  • Estudo sugere que lua perdida poderia explicar a formação desse fenômeno

  • Forças gravitacionais contraditórias causaram a ruptura do satélite

Existem muitos mistérios investigados pelos astrônomos quando o assunto é o universo e os planetas que compõe a galáxia.

Quando o assunto é o nossos sistema solar, Saturno chama a atenção pelos imensos anéis que estão ao redor do planeta. E, para tentar desvendar como ele surgiu, um estudo pode conceder pistas valiosas para a reconstrução dessa história.

A pesquisa, publicada nesta quinta-feira, 15, na prestigiada revista Science, diz que 100 milhões de anos, rompeu-se uma Lua que se aproximou demais de Saturno e seus vestígios ficaram na órbita do planeta.

"Os anéis de Saturno foram descobertos por Galileu há uns 400 anos, e são dos objetos mais interessantes de se observar no sistema solar através de um pequeno telescópio", explica Jack Wisdom, autor do estudo.

Saturno foi formado há 4,5 bilhões de anos, nas origens do sistema solar. Contudo, pesquisadores acreditam que os anéis de Saturno apareceram muito depois, há uns 100 milhões de anos.

"Mas, como ninguém pôde determinar de que forma estes anéis só apareceram há 100 milhões de anos, alguns questionaram o arrazoado", diz Wisdom.

Um modelo complexo elaborado pelo pesquisador permite não só explicar o aparecimento recente, como também ajuda a entender a inclinação do planeta.

Com essa teoria, os cientistas começaram a trabalhar com a hipótese de que uma Lua de órbita caótica ficou próxima demais de Saturno, até que forças gravitacionais contraditórias causaram a ruptura.

"Rompeu-se em vários pedaços e estes pedaços, também deslocados, formaram pouco a pouco os anéis", explica Wisdom. Essa poderia ser uma explicação para a criação dos anéis que tanto chamam a atenção dos cientistas. É preciso realizar estudos e pesquisas, mas essa publicação pode ajudar a desvendar de vez esse mistério.