Mercado fechará em 3 h 38 min
  • BOVESPA

    122.547,21
    +31,47 (+0,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.142,09
    +272,61 (+0,54%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,82
    -0,44 (-0,62%)
     
  • OURO

    1.813,30
    -8,90 (-0,49%)
     
  • BTC-USD

    38.129,73
    -1.739,73 (-4,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    930,55
    -12,89 (-1,37%)
     
  • S&P500

    4.404,15
    +16,99 (+0,39%)
     
  • DOW JONES

    34.975,46
    +137,30 (+0,39%)
     
  • FTSE

    7.105,72
    +24,00 (+0,34%)
     
  • HANG SENG

    26.194,82
    -40,98 (-0,16%)
     
  • NIKKEI

    27.641,83
    -139,19 (-0,50%)
     
  • NASDAQ

    15.003,50
    +50,75 (+0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2022
    +0,0581 (+0,95%)
     

Luísa Sonza fala sobre afastamento das redes sociais, crise de choro após ataques e acompanhamento psicológico

·2 minuto de leitura

Luísa Sonza estava focada no lançamento de seu novo álbum, "Doce 22", quando viu a vida pessoal virar do avesso pelos ataques nas redes sociais. Em crise, a artista gravou um vídeo chorando pedindo para que as mensagens de ódio chegassem ao fim. Foi acolhida pela equipe no mesmo instante e tomou a decisão de se afastar desse mundo, até reestabelecer a saúde mental.

"Por sorte, o meu assessor digital e a minha assessora estavam na minha casa no momento. Eu estava no quarto, eles abriram a porta e me tiraram do chão, com o celular nas mãos. Eles me acolheram naquela hora. Em um primeiro momento, fui afastada das redes sociais mesmo, porque estava em crise. E agora excluí todas elas do meu celular. A minha equipe é que fica olhando e me mandando várias mensagens carinhosas. Agora não estou com cabeça para lidar com a internet novamente. Preciso realmente cuidar um pouquinho da minha saúde mental. Estou há dias sem mexer nisso, com acompanhamento psiquiátrico e psicológico, e já me sinto bem melhor", disse em entrevista à "Elle".

E a gaúcha também não sabe se um dia voltará a mexer nas redes sociais como qualquer jovem normal faria.

"Eu sou uma jovem de 22 anos, cria das redes sociais, uso como uma grande ferramenta de trabalho e ali realizo meu sonho de ter contato com meus fãs e de ver a minha música. É tudo junto. Mas não sei quando vou voltar a mexer na internet como era antes, aquela coisa todo dia, o dia inteiro, como uma jovem qualquer. Depois dessas últimas ameaças, não vejo mais sentido em ter que ver tudo isso. Preciso me cuidar para também tranquilizar a minha família. E tenho que pensar na minha equipe e na família do Victor. Sandra, a minha sogra, de um ano pra cá, viu o filho tendo o trabalho e o sonho prejudicados por nada. Isso ultrapassa qualquer coisa que eu já tenha visto. O que é isso? É uma coisa chocante? Desesperadora? Qual a palavra pra isso?"

Para se preservar, Luísa Sonza saiu do país com Vitão, seu namorado, que também tem recebido ataques com frequência.

"Estou tentando olhar o que eu sou diante dos meus olhos, e não diante dos olhos dessas pessoas. Estou fazendo muita terapia. E também estou fingindo que não sou a Luísa Sonza, sou só a Luísa! (risos). Ela é o meu maior amor, a minha carreira, esse personagem que construí. Mas agora ela precisa ficar um tempinho guardada lá no canto. E estou aqui num lugar lindo, com meu namorado e meus amigos. Se eu estivesse agora no Brasil, com o celular na mão, você ia ver outra Luísa, provavelmente respondendo a todas as perguntas aos prantos. Acho importante também dizer que as coisas pioraram e é muito triste que, por exemplo, dois jovens – o Victor tem 21 e eu tenho 22 – não possam andar nas ruas sem ser xingados".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos