Mercado fechará em 6 h 50 min

Luís Castro terá a tarefa de achar o nome ideal para a ponta direita do Botafogo neste início de ano

Gustavo Sauer tenta se firmar na ponta direita do Botafogo após ano de lesões (Foto: Vitor Silva/Botafogo)


Após o primeiro ano à frente do Botafogo, Luís Castro terá em mãos a manutenção da espinha dorsal e tempo para fazer com que o time evolua. Muitos dos reforços chegaram na segunda janela de transferência de 2022 e tiveram pouco tempo para construir um entrosamento durante o Brasileirão. No elenco, a grande dificuldade do português foi encontrar um jogador que rendesse pela ponta direita como Jeffinho fez pela esquerda.

+ Confira as movimentações do Botafogo no mercado na bola no Vaivém do L!

Ao longo da temporada, o treinador até tentou utilizar o próprio Jeffinho, assim como Victor Sá e Luís Henrique pelo lado direito, mas ambos rendem melhor pelo esquerdo e não conseguiram ser eficientes no setor. Com isso, a aposta era em Gustavo Sauer, porém o camisa 10 enfrentou uma série de lesões e problemas físicos ao longo do ano e não teve a sequência esperada.

O Alvinegro, então, se lançou ao mercado e trouxe Júnior Santos por empréstimo vindo do time japonês Sanfrecce Hiroshima. No entanto, o jogador, que pode atuar como ponta direita ou centroavante esteve longe de render o esperado e chegou a ser questionado por parte da torcida. Sendo assim, marcou um gol e deu duas assistências em 15 rodadas do Brasileirão. Sob o comando de Luís Castro, o atacante foi titular na maioria das partidas desde que chegou por empréstimo.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Carioca

O Botafogo até tentou renovar o empréstimo do atleta, porém a equipe japonesa recusou. Desse modo, seu destino foi retornar ao Fortaleza, equipe que atuou em outro momento de sua carreira, em 2019. Em live produzida pelo portal "Fogãonet", John Textor comentou que não entende o motivo de Júnior não ter agradado a torcida, apesar de seu atributos físicos e táticos.

- Tem jogadores como Jeffinho, uma grande revelação. O Júnior Santos, que eu não consigo entender porque acharam que ele não era bom o suficiente. Sabe como é difícil achar um jogador forte, rápido, atacante, que joga pela ponta e que consegue voltar rápido para ajudar na defesa. O Júnior Santos foi muito importante no nosso esquema tático do ano passado - frisou o norte-americano.

Para 2023, o foco do Botafogo será inicialmente na estrutura com mudanças significativas no Espaço Lonier e no Nilton Santos. No momento, o estádio passa por uma reforma com a troca do gramado, que será substituído pelo sintético. O clube irá aguardar as oportunidades de mercado, sobretudo após o fechamento da janela europeia. A ponta direita é um prioridade, mas a contratação será feita de forma consciente e sem correria.

+ Textor revela oferta do Botafogo a Matheus Pereira e destaca: 'Impossível competir com Abu Dhabi'

- Os fãs começam a ficar preocupados quando veem Vasco, Cruzeiro e Grêmio contratando muitos jogadores, mas estes acabaram de subir, estão passando pelo processo que passamos no ano passado. Meu sentimento é que temos muito tempo para trabalhar essa janela, principalmente porque a da Europa fecha dia 31 de janeiro e a nossa continua aberta, jogadores da Europa poderão ser negociados com o Brasil, não mais com a Europa. Não só jogadores europeus, como jogadores do Brasil e da América do Sul, que os agentes tentam transacionar para a Europa. Nesse momento todos estão pedindo mais caro pelos atletas. Uma vez que a janela se feche na Europa, é onde conseguimos as melhores oportunidades - ressaltou Textor.

Portanto, caberá a Gustavo Sauer ter novas oportunidades e mostrar em campo toda aposta que o clube realizou em seu futebol. No jogo contra o Volta Redonda, o camisa 10 ainda oscilou dentro da partida, mas deu a assistência para o gol de Marçal. Entre os reforços, Carlos Alberto chega para ser o substituto pelo setor com velocidade e jogadas verticais.

+ Lucas Perri tem bom começo de ano e mostra credenciais para lutar pela titularidade do Botafogo

O Botafogo volta a campo na próxima quinta-feira, às 19h30, no estádio Luso-Brasileiro. O adversário será o Madureira, em confronto válido pela quarta rodada do Campeonato Carioca. O duelo contra o Vasco, que teria sido nesta segunda, foi adiado para 16 de fevereiro a pedido do mandante e criticado pelo comandante português.