Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.669,90
    -643,33 (-0,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.627,67
    -560,48 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,34
    -0,26 (-0,44%)
     
  • OURO

    1.744,10
    -14,10 (-0,80%)
     
  • BTC-USD

    60.150,13
    +956,07 (+1,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.235,89
    +8,34 (+0,68%)
     
  • S&P500

    4.128,80
    +31,63 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    33.800,60
    +297,03 (+0,89%)
     
  • FTSE

    6.915,75
    -26,47 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    28.698,80
    -309,27 (-1,07%)
     
  • NIKKEI

    29.768,06
    +59,08 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    13.811,00
    +63,25 (+0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7625
    +0,1276 (+1,92%)
     

Lockdown atinge o PIB do Reino Unido menos do que se temia, mas Brexit abala o comércio

William Schomberg e Andy Bruce
·1 minuto de leitura
Pedestres caminham por estabelecimento comercial fechado em Preston, Reino Unido

Por William Schomberg e Andy Bruce

LONDRES (Reuters) - A economia britânica encolheu menos do que o temido em janeiro, quando o país voltou a travar o coronavírus, mas o comércio com a União Europeia foi prejudicado pelo início das novas regras pós-Brexit.

O Produto Interno Buto caiu 2,9% sobre dezembro, disse o Escritório de Estatísticas Nacionais.

Economistas ouvidos pela Reuters esperavam uma contração de 4,9% e os preços dos títulos do governo caíram, já que os investidores interpretaram os dados como um sinal de que o Banco da Inglaterra possa não injetar mais estímulos na economia.

O Reino Unido sofreu sua pior crise econômica em três séculos no ano passado, quando encolheu 10%. O país também registrou o maior número de óbitos pela Covid-19 da Europa, com mais de 125 mil vítimas.

Mas o país está acelerando com as vacinas e, após os números desta sexta-feira, os economistas disseram esperar que a economia encolherá 2% no primeiro trimestre de 2021, metade do previsto pelo Banco da Inglaterra no mês passado.

Muitas empresas estão aprendendo a lidar com os bloqueios, incluindo varejistas que aumentaram suas operações de compras online e empresas de serviços que tentam ajudar os trabalhadores a produzir de casa.

Os números do governo também mostraram que as exportações e importações do Reino Unido para a UE tiveram a maior queda já registrada, embora tenha havido um atraso na coleta de alguns dados e houvesse sinais de recuperação no final de janeiro.