Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.797,30
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    17.061,63
    +92,77 (+0,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Localiza tem lucro ajustado de R$682,1 mi no 3° trimestre

Frota de veículos alugados

SÃO PAULO (Reuters) - A companhia de aluguel de carros e gestão de frotas de veículos Localiza registrou lucro líquido ajustado de 682,1 milhões de reais no terceiro trimestre, abaixo da estimativa compilada pela Refinitiv de 758,2 milhões de reais.

O valor, que já inclui números da Unidas, ex-rival que foi adquirida, é 27,6% menor do que a soma do registrado por ambas as companhias no mesmo período do ano passado.

O lucro da Localiza teve impacto negativo de 66,1 milhões de reais vindos de gastos adicionais relacionados à combinação de seus negócios com a Unidas. Além disso, as despesas financeiras da companhia saltaram 312,9% a 883,2 milhões de reais, conforme o juro mais alto eleva o custo da dívida.

A receita líquida consolidada saltou 40% em relação ao ano anterior, indo a 6,14 bilhões de reais, puxada por altas de volume e tarifas de aluguel.

A tarifa média do trimestre para a divisão de aluguel de carros foi de 108,2 reais, 22,1% maior que no terceiro trimestre de 2021, "refletindo uma estratégia de aumento de exposição a segmentos com maior nível de tarifa e novos aumentos de preços," afirmou a companhia.

A Localiza acelerou a renovação de sua frota, com adição líquida de cerca de 54 mil veículos. Foram mais de 97 mil carros comprados e cerca de 43 mil vendidos.

(Reportagem de Peter Frontini e Carolina Pulice)