Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.557,67
    +698,80 (+0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.918,28
    +312,72 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,70
    -0,35 (-0,49%)
     
  • OURO

    1.786,00
    +1,30 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    50.449,99
    -206,04 (-0,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.308,39
    -12,89 (-0,98%)
     
  • S&P500

    4.686,75
    +95,08 (+2,07%)
     
  • DOW JONES

    35.719,43
    +492,40 (+1,40%)
     
  • FTSE

    7.339,90
    +107,62 (+1,49%)
     
  • HANG SENG

    23.983,66
    +634,28 (+2,72%)
     
  • NIKKEI

    28.798,17
    +342,57 (+1,20%)
     
  • NASDAQ

    16.334,50
    +16,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3438
    +0,0041 (+0,06%)
     

Local de prédio que desabou em Nilópolis permanece isolado

·1 min de leitura

A prefeitura de Nilópolis, na Baixada Fluminense, informou hoje (25) que aguarda a conclusão do laudo da perícia da Polícia Civil sobre as causas do desabamento do prédio de três andares, na madrugada deste domingo (24). Até a conclusão do laudo, o local permanecerá isolado. Após o trabalho da polícia, a Defesa Civil e os Bombeiros também farão uma varredura na área.

“Uma equipe da Defesa Civil fará uma perícia em conjunto com o Corpo de Bombeiros e, em seguida, a Secretaria de Serviços Públicos poderá entrar no local para recolher os escombros”, diz a nota da prefeitura.

O município informou ainda que o prédio que desabou na Rua Coronel José Muniz, 808, em OIinda, existia há 22 anos e estava legalizado junto à Secretaria de Obras.

As três vítimas retiradas com vida receberam atendimento médico e tiveram alta na tarde de ontem (24). Todos já estão em casa de parentes.

A família do homem de 26 anos que morreu no desabamento informou à Secretaria de Desenvolvimento Social que não será necessária a isenção da taxa de sepultamento do corpo do rapaz, que foi levado para o Instituto Médico-Legal de Nova Iguaçu.

“Uma equipe da Secretaria de Desenvolvimento Social ofereceu ajuda às famílias para isenção de retirada da segunda via dos documentos perdidos após o acidente. Eles também receberão uma cesta básica emergencial e serão acompanhados pela Secretaria de Desenvolvimento Social”, afirmou a prefeitura.

De acordo com a 57ª delegacia policial (Nilópolis), as investigações estão em andamento e será realizada perícia complementar no local. Testemunhas e vítimas estão sendo ouvidas na delegacia.

Ouça na Radioagência Nacional:

Confira outras notícias da Radioagência Nacional.


Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos