Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.909,03
    -129,08 (-0,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.867,15
    +618,13 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,92
    0,00 (0,00%)
     
  • OURO

    1.836,70
    -0,90 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    55.883,28
    -2.457,87 (-4,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.470,36
    -90,93 (-5,82%)
     
  • S&P500

    4.188,43
    -44,17 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    34.742,82
    -34,94 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.123,68
    -6,03 (-0,08%)
     
  • HANG SENG

    28.595,66
    -14,99 (-0,05%)
     
  • NIKKEI

    29.518,34
    +160,52 (+0,55%)
     
  • NASDAQ

    13.334,50
    -22,25 (-0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3446
    +0,0044 (+0,07%)
     

Lives no Instagram terão opções de silenciar e desabilitar vídeo de participante

Alveni Lisboa
·2 minuto de leitura

O Instagram deve adicionar dois novos recursos para aprimorar a experiência das transmissões ao vivo: a opção de interromper a captação de áudio e vídeo. Estas são funcionalidades bastante comuns em plataformas de videoconferência como o Google Meet e o Zoom.

Atualmente, as pessoas que participam de um evento ao vivo precisam ficar o tempo todo expostas na frente da câmera, mesmo enquanto o outro está falando. Isso também vale para o som: não dá para “mutar” o microfone e é preciso fazer silêncio para não interromper a fala do outro.

De acordo com o site TechCrunch, esta seria uma investida do Instagram também para concorrer com o Clubhouse, a plataforma dedicada a chats de áudio. Como a ideia é aproveitar o formato de lives já existente, a rede social de fotos incluiria ambos os recursos para igualar a experiência.

A possibilidade de manter o vídeo desligado também pode ser uma estratégia para incentivar mais pessoas a participar destas transmissões. Muitas pessoas têm vergonha de expor a sua imagem, o que fica mais fácil se tiver apenas a voz.

Por enquanto, os hosts não poderão ligar ou desligar o vídeo ou silenciar outras pessoas na transmissão ao vivo — somente o próprio pode fazê-lo, mas o Instagram deve oferecer tais possibilidades em breve.

A primeira amostra disso foi vista nesta live entre o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, e o chefe do Instagram, Adam Mosseri, realizada na quarta-feira (28).

Transmissões ao vivo em alta

Um dos recursos que ganhou enfoque na pandemia certamente foram as transmissões ao vivo no Instagram. É só abrir o app após as 17h para ver uma enxurrada de lives para todos os gostos, estilos e personalidades diferentes. Em razão disso, a rede social tem investido no aprimoramento de recursos para garantir a melhor experiência possível, além de angariar cada vez mais pessoas para seus serviços.

Em março, por exemplo, a rede anunciou as Lives Rooms, uma espécie de salas para reunir pessoas interessadas em discutir sobre um determinado tema. Antes, a empresa ampliou a possibilidade de participantes das transmissões de duas para até quatro pessoas simultâneas.

As novas Live Rooms permitem até quatro pessoas simultâneas na transmissão (Imagem: Divulgação/Instagram)
As novas Live Rooms permitem até quatro pessoas simultâneas na transmissão (Imagem: Divulgação/Instagram)

Mais recentemente, a rede adicionou a função “Remix” para o formato Reels, inspirada no famoso modo “dueto” do TikTok, que permite reagir a outros vídeos ou realizar performances em conjunto. Esta era uma das poucas opções exclusivas da rede social chinesa, mas que agora também está no concorrente.

O Facebook, dono do Instagram, anunciou três produtos focados em áudio: Soundbites, um produto voltado para criação de áudios curtos; um serviço que integra podcasts e músicas na plataforma com parceria do Spotify; e um novo recurso chamado Live Audio, que introduz o conceito de salas para conversas por voz.

Você planeja experimentar esses novos recursos no Instagram? Diga o que acha no campo de comentários abaixo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: