Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +413,26 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,39 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.777,30
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    62.266,66
    -925,87 (-1,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,68 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,57 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,68 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6872
    -0,0339 (-0,50%)
     

Liverpool x Leipzig na Liga dos Campeões será realizado novamente em Budapeste

·1 minuto de leitura
Arena Puskas, em Budapeste

(Reuters) - O Liverpool voltará a Budapeste para enfrentar o Leipzig na partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões por causa das restrições de viagem da Covid-19, informou a Uefa nesta quinta-feira.

O Liverpool, que derrotou o Leipzig por 2 x 0 na partida de ida de 16 de fevereiro na capital húngara, não pode receber o rival alemão em Anfield porque este teria que ficar em isolamento durante dez dias ao retornar do Reino Unido.

A partida de ida, agendada originalmente para a Arena Red Bull, na Alemanha, foi transferida para Budapeste depois que autoridades alemãs negaram a entrada do Liverpool no país por causa dos protocolos da Covid-19.

Agora a partida de volta será realizada na Arena Puskas no dia 10 de março.

"A Uefa pode confirmar oficialmente que agora a partida da rodada das oitavas de final da Liga dos Campeões da Uefa entre Liverpool FC e RB Leipzig será disputada na Arena Puskas de Budapeste", disse a entidade do futebol europeu em um comunicado.

"A Uefa gostaria de expressar sua gratidão ao Liverpool FC e ao RB Leipzig por seu apoio e sua cooperação intensa, assim como à Federação Húngara de Futebol por sua assistência e por concordar em sediar a partida".

(Por Manasi Pathak, em Bengaluru)