Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.889,82
    +360,85 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,35
    -1,32 (-2,11%)
     
  • OURO

    1.793,60
    +15,20 (+0,85%)
     
  • BTC-USD

    55.610,48
    +295,38 (+0,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.282,34
    +19,38 (+1,53%)
     
  • S&P500

    4.160,42
    +25,48 (+0,62%)
     
  • DOW JONES

    34.060,36
    +239,06 (+0,71%)
     
  • FTSE

    6.895,29
    +35,42 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.621,92
    -513,81 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    28.508,55
    -591,83 (-2,03%)
     
  • NASDAQ

    13.859,25
    +65,00 (+0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6984
    -0,0041 (-0,06%)
     

United vence City (2-0) e interrompe série de 21 vitórias consecutivas do rival

·5 minuto de leitura

O Manchester United (2ª) encerrou a sequência de 21 vitórias consecutivas do Manchester City (1º) neste domingo ao vencer por 2 a 0 no Etihad Stadium no jogo de maior destaque da 27ª rodada do campeonato inglês.

Devido a esta derrota, o City não poderá mais lutar para bater o recorde de 23 vitórias do Bayern de Munique, conquistado entre a última temporada e o início da atual, como a melhor sequência de vitórias em um dos cinco grandes campeonatos europeus.

- Erro de Gabriel Jesus -

Assim que o jogo começou (aos 2 minutos), o português Bruno Fernandes abriu o placar, como tem sido quase normal no United, de pênalti após uma marcação atabalhoada de Gabriel Jesus em cima do francês Anthony Martial.

Já no segundo tempo, Luke Shaw fez 2 a 0 ao acertar um chute de pé esquerdo de dentro da área após uma tabela com Marcus Rashford (50).

"Hoje fizemos quase tudo perfeito. A liga não é uma corrida de velocidade, é uma maratona. Temos que fazer o melhor que podemos e não pensar nos outros", disse Bruno Fernandes.

Com a vitória deste domingo os 'Red Devils' estão 11 pontos atrás de seu grande rival, que exceto em caso de catástrofe, vai recuperar o trono da Premier League que cedeu ao Liverpool no ano passado, após vencer em 2018 e 2019.

"Eles estão muito longe para pensar que podemos alcançá-los", disse o técnico do United, o norueguês Ole Gunnar Solskjaer.

"Jogamos bem se não levarmos em conta os primeiros dez minutos, mas não tivemos eficácia no ataque", resumiu o treinador do City, Pep Guardiola.

Os 'Citizens' pareciam imbatíveis, mas um United que chegou ferido ao clássico da cidade teve uma excelente atuação e venceu com autoridade.

Diferente da equipe apática vinda de três 0-0 consecutivos que comprometeu sua luta pelo título, o United se mostrou concentrado, ousado e preciso no momento certo.

O City não jogou mal, mas foi incapaz de romper a estrutura defensiva do vizinho, se contentando com um punhado de chutes de longe em que o goleiro Dean Henderson foi irrepreensível.

- Seis derrotas en Anfield -

Mais cedo, o Liverpool, atual campeão da Premier League, complicou ainda mais sua classificação para a próxima Champions League ao sofrer a sexta derrota consecutiva em Anfield, desta vez por 1 a 0 para o Fulham (18º), que luta para não ser rebaixado.

Se há apenas um mês e meio (em 21 de janeiro), o Burnley encerrou uma invencibilidade de 68 jogos do Liverpool em seu estádio, os 'Reds' não parecem se recuperar e neste domingo sofreram a sexta derrota seguida desde então.

Apático nos primeiros 45 minutos, com um jogo que a lenda de Anfield, Graeme Souness, classificou como "inaceitável" na Sky Sport, o Fulham foi para o intervalo com uma vantagem, depois que o gabonês Lemina conseguiu enganar Alisson com um chute para abrir o placar (45).

No segundo tempo, Jürgen Klopp foi forçado a colocar em campo jogadores que havia decidido poupar para o jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões (na quarta-feira, o Leipzig recebe os 'Reds' defendendo o 2-0 da ida), como Sadio Mané, Trent Alexander-Ardold e Fabinho.

Os 'Reds' foram mais ativos e incisivos no ataque com algumas boas oportunidades de gol (um chute de Diogo Jota aos 48 e uma cabeçada de Sané aos 70), mas o placar não se mexeu mais e os visitantes marcaram três pontos que podem ser vitais na luta contra o rebaixamento.

Após esta nova derrota, a corrida pela Europa se complicou para o Liverpool, que é o sétimo com 43 pontos, dois atrás do West Ham (6º) e três do Everton (6º), ambos com dois jogos a menos que os 'Reds', e quatro a menos que o Chelsea, que recebe o Everton na segunda-feira e que no momento fecha a 'zona da Champions'.

"Tivemos muitos bons resultados e agora estamos em uma situação extrema, mas vamos continuar lutando", disse Klopp após a partida.

Em outra partida disputada neste domingo, West Brom (19º) e Newcastle (16º) empataram sem gols em um duelo direto pela permanência na primeira divisão inglesa.

E o Tottenham fechou o domingo em grande estilo goleando o Crystal Palace (13º) por 4 a 1 com gols de Gareth Bale (25 e 49) e Harry Kane (52 e 76).

Benteke havia empatado para o Palace pouco antes do intervalo (45+1).

Após essa vitória o Tottenham de José Mourinho é agora o sexto colocado com 45 pontos, e segue na luta por uma vaga na próxima Champions.

-- Resultados da 27ª rodada do campeonato inglês e classificação:

- Sábado:

Burnley - Arsenal 1 - 1

Sheffield United - Southampton 0 - 2

Aston Villa - Wolverhampton 0 - 0

Brighton - Leicester 1 - 2

- Domingo:

West Bromwich - Newcastle 0 - 0

Liverpool - Fulham 0 - 1

Manchester City - Manchester United 0 - 2

Tottenham - Crystal Palace 4 - 1

- Segunda-feira:

(15h00) Chelsea - Everton

(17h00) West Ham - Leeds

Classificação: Pts J V E D Gp Gc SG

1. Manchester City 65 28 20 5 3 56 19 37

2. Manchester United 54 28 15 9 4 55 32 23

3. Leicester 53 28 16 5 7 48 32 16

4. Chelsea 47 27 13 8 6 42 25 17

5. Everton 46 26 14 4 8 39 33 6

6. Tottenham 45 27 13 6 8 46 28 18

7. West Ham 45 26 13 6 7 40 31 9

8. Liverpool 43 28 12 7 9 47 36 11

9. Aston Villa 40 26 12 4 10 38 27 11

10. Arsenal 38 27 11 5 11 35 28 7

11. Leeds 35 26 11 2 13 43 44 -1

12. Wolverhampton 35 28 9 8 11 28 37 -9

13. Crystal Palace 34 28 9 7 12 30 47 -17

14. Southampton 33 27 9 6 12 33 44 -11

15. Burnley 30 28 7 9 12 20 36 -16

16. Newcastle 27 27 7 6 14 27 44 -17

17. Brighton 26 27 5 11 11 27 35 -8

18. Fulham 26 28 5 11 12 22 33 -11

19. West Bromwich 18 28 3 9 16 20 56 -36

20. Sheffield United 14 28 4 2 22 16 45 -29

bds/mcd/pm/aam