Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.095,53
    +537,86 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.056,27
    +137,99 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,60
    +0,24 (+0,33%)
     
  • OURO

    1.784,60
    -0,90 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    50.415,40
    -140,49 (-0,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.319,24
    +14,12 (+1,08%)
     
  • S&P500

    4.701,21
    +14,46 (+0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.754,75
    +35,32 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.337,05
    -2,85 (-0,04%)
     
  • HANG SENG

    24.168,41
    +171,54 (+0,71%)
     
  • NIKKEI

    28.838,95
    -21,67 (-0,08%)
     
  • NASDAQ

    16.382,50
    -9,75 (-0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2776
    +0,0035 (+0,06%)
     

Live action de One Piece da Netflix tem seu elenco revelado; confira

·4 min de leitura

Depois de um bom tempo sem qualquer novidade, o live action de One Piece finalmente teve o seu elenco revelado. A Netflix apresentou nesta terça-feira (9) os atores que vão viver os membros do Bando do Chapéu de Palha e pegou todo mundo de surpresa ao trazer perfis bastante diferentes e que, ao mesmo tempo, combinam perfeitamente com cada um dos protagonistas.

O anúncio foi feito pelas próprias redes sociais da plataforma, a partir de um vídeo em que cada um dos atores se apresentou aos fãs. A grande maioria pode ser desconhecida para boa parte do público, mas não há como negar que é fácil imaginar cada um deles como os heróis do anime.

O mexicano Iñaki Godoy, de Quem Matou Sara?, foi o escolhido para interpretar o protagonista Monkey D. Luffy, o jovem que sonha em se tornar o Rei dos Piratas e que possui a estranha habilidade de se esticar feito borracha. Tanto que a própria Netflix, em seu perfil no Twitter, brincou que o garoto de apenas 18 anos foi escolhido por também conseguir esticar os braços.

Já o caça-piratas Zoro vai ser vivido por Mackenyu, um ator estadunidense de origem japonesa que já tem em seu currículo alguns live actions de anime. Ele vive o vilão Einishi Yukishiro nos dois últimos filmes da série Samurai X, além de ter sido confirmado como o Seiya da adaptação de Cavaleiros do Zodíaco. Ele também aparece em Círculo de Fogo: A Revolta.

Além deles, a atriz Emilia Rudd, da franquia Rua do Medo, vai viver a navegadora Nami, enquanto Jacob Gibson será o atirador Usopp. Aliás, no vídeo de apresentação, o rapaz dá uma breve demonstração de como será seu personagem, revivendo a personalidade mentirosa do herói em sua primeira aparição. É algo bem breve, mas que os fãs certamente vão reconhecer. Por fim, temos Taz Skylar sendo confirmado como o cozinheiro Sanji.

O mais interessante desse anúncio é justamente o quanto a tripulação do Bando do Chapéu de Palha é etnicamente variada. O próprio autor do mangá, Eiichiro Oda, já afirmou que sempre imaginou os personagens como pessoas bem diferentes e que, se eles vivessem em nosso mundo, cada protagonista viria de algum país. O espadachim Zoro seria obviamente japonês, enquanto Sanji teria que ser francês. Na época, o mangaká afirmou que não conseguia imaginar Luffy com outra nacionalidade que não fosse brasileira por causa de sua alegria e espontaneidade. Só faltou dizer isso para a Netflix.

Tripulação inicial do Bando do Chapéu de Palha já foi toda escolhida, mas ainda tem espaço para novidade (Imagem: Reprodução/Shueisha)
Tripulação inicial do Bando do Chapéu de Palha já foi toda escolhida, mas ainda tem espaço para novidade (Imagem: Reprodução/Shueisha)

E, falando no criador de One Piece, Oda publicou uma carta logo depois do anúncio da Netflix para comemorar a produção do live action. O autor, que também é produtor executivo da série, celebrou a escolha do elenco e disse que eles foram selecionados depois de muito tempo de procura e uma infinidade de testes. Ele disse estar muito empolgado para vê-los como os personagens e que os fãs também devem esperar um pouco mais para ver a tripulação em ação assim como no mangá e anime. Segundo Oda, ainda vai levar um tempo para que o seriado seja finalizado.

Essa demora é algo que a gente já percebeu. As primeiras informações sobre o live action de One Piece surgiram em 2017, mas só foram oficializadas pela Netflix em 2020. Desde então, ninguém nunca mais falou nada sobre a adaptação — a ponto de muita gente esquecer que ela existia —, o que só aumentou a surpresa com a revelação do elenco.

E, assim como no caso de Yu Yu Hakusho, as expectativas em torno de One Piece são imensas. O mangá é um dos mais populares de todo o mundo. Mesmo sendo publicado há mais de 20 anos, ele ainda permanece no topo da lista de mais vendidos no Japão. Além disso, o anime se aproxima de seu milésimo episódio e ainda segue em alta, o que só mostra a força do Bando do Chapéu de Palha. Resta saber se a Netflix vai conseguir lidar com todo esse hype a bordo de sua produção.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos