Mercado fechará em 51 mins
  • BOVESPA

    111.316,38
    -757,16 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.460,83
    -558,08 (-1,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,82
    +0,41 (+0,54%)
     
  • OURO

    1.926,50
    -16,30 (-0,84%)
     
  • BTC-USD

    23.936,40
    +915,32 (+3,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    546,77
    +1,45 (+0,27%)
     
  • S&P500

    4.178,93
    +59,72 (+1,45%)
     
  • DOW JONES

    33.988,16
    -104,80 (-0,31%)
     
  • FTSE

    7.820,16
    +59,05 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    21.958,36
    -113,82 (-0,52%)
     
  • NIKKEI

    27.402,05
    +55,17 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    12.836,00
    +421,75 (+3,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4608
    -0,0936 (-1,69%)
     

Lista de credores da Americanas tem quase 8.000 nomes e dívida de R$ 41,2 bilhões

**Arquivo**SÃO PAULO, SP, BRASIL, 17-01-2023: Lojas Americanas na rua Direita no centro de São Paulo. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)
**Arquivo**SÃO PAULO, SP, BRASIL, 17-01-2023: Lojas Americanas na rua Direita no centro de São Paulo. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Americanas entregou nesta quarta-feira (25) sua lista de credores à 4ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro. O documento informa que a companhia têm débitos no valor de R$ 41.235.799.286,6, devidos a 7.967 credores.

Do total, R$ 64,8 milhões se referem à classe trabalhista; R$ 41.056.749.122,82, à classe quirografários (crédito sem garantia); e R$ 109.484.866,54 à classe de microempresas e empresas de pequeno porte.

Na petição, a Americanas também apresentou a relação nominal de todos os seus credores.

No documento, constam dívidas da varejista com o Bradesco no valor de R$ 4,5 bilhões, com o BTG (R$ 3,5 bilhões), Banco do Brasil (R$ 1,36 bilhão), Safra (R$ 2,5 bilhão), Santander Brasil (R$ 3,6 bilhão), Votorantim (R$ 3,3 bilhão) e Itaú (R$ 2,7 bilhões), entre outros. Entre os bancos, a maior é com o alemão Deutsche Bank, no valor de US$ 1 bilhão (R$ 5,2 bilhões) .

A Americanas também tem dívidas de R$ 1,2 bilhão com a Samsung, R$ 160 milhões com a Motorola, R$ 98 milhões com a Apple e R$ 87 milhões com a varejista de eletrônicos Allied.

No documento, a dívida com o banco BV é de R$ 13 mil. Contudo, em nota, a instituição disse que a informação não reflete sua real exposição à Americanas.

"Em 11 de janeiro, data de divulgação do Fato Relevante no qual a Americanas reconheceu suas inconsistências contábeis, o banco BV era credor de Cédulas de Crédito Bancário devidas pela Americanas com saldo devedor de aproximadamente R$ 206 milhões (CCBs BV)".

O banco disse que já informou os valores dos créditos de sua titularidade via notificação extrajudicial e vai reiterar a informação, nos autos do processo, requerendo a imediata correção dos valores.