Mercado fechado

Lira turca registra mínimo histórico por tensão com EUA

A lira turca registrou nesta terça-feira um valor mínimo histórico, afetada pelas tensões com os Estados Unidos, a poucos dias do julgamento em Nova York de um empresário e um banqueiro turcos

A lira turca registrou nesta terça-feira um valor mínimo histórico, afetada pelas tensões com os Estados Unidos, a poucos dias do julgamento em Nova York de um empresário e um banqueiro turcos.

A moeda perdeu mais de 1% de seu valor nesta terça-feira e um dólar valia 3,97 liras pouco antes das 7H00 GMT (5H00 de Brasília), o menor valor já registrado, mas pouco depois se recuperou levemente.

Para tentar frear a queda, o Banco Central turco decidiu acabar com a limitação de empréstimos interbancários diários a partir de quarta-feira e aumentar as facilidades de liquidez.

A tensão entre Estados Unidos e Turquia aumentou com o julgamento, que começará em dezembro, de Reza Zarrab, um empresário turco-iraniano detido ano passado nos Estados Unidos.

Ao lado de Mehmet Hakan Atilla, um banqueiro turco, Zarrab é acusado de violar o embargo contra o Irã.

O julgamento pode ter consequências para o setor bancário turco e, em particular, para o banco público Halkbank. Quando foi detido nos Estados Unidos, Atilla era o vice-diretor geral do banco e responsável pela gestão internacional.

Apesar da economia turca prosseguir com uma taxa de crescimento superior a 5%, segundo os dados oficiais, a inflação chega a 12% e a lira turca registra desvalorização há vários meses.

O presidente Recep Tayyip Erdogan criticou duramente o Banco Central e pediu a redução das taxas de juros para apoiar o crescimento e o consumo.