Mercado abrirá em 57 mins
  • BOVESPA

    108.651,05
    +248,77 (+0,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.241,81
    -113,05 (-0,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,91
    -1,59 (-1,76%)
     
  • OURO

    1.808,00
    -4,30 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    23.118,46
    -175,68 (-0,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    538,00
    -19,35 (-3,47%)
     
  • S&P500

    4.122,47
    -17,59 (-0,42%)
     
  • DOW JONES

    32.774,41
    -58,13 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.491,22
    +3,07 (+0,04%)
     
  • HANG SENG

    19.610,84
    -392,60 (-1,96%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.081,25
    +49,75 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2438
    +0,0111 (+0,21%)
     

Lira reinstala sessões virtuais para votar PEC, após apagão na véspera

BRASÍLIA, DF, 13.07.2022 - VOTAÇÃO-PEC KAMIKAZE - O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, abre sessão para votação da PEC Kamikaze que amplia benefícios sociais em ano eleitoral, nesta quarta-feira (13). Com isso, será possível marcar presença remotamente, o que deve aumentar o quórum para votação do texto, diminuindo risco de derrota do governo em pontos importantes, como a supressão do estado de emergência previsto em destaque da oposição. (Foto: Gabriela Biló/Folhapress)
BRASÍLIA, DF, 13.07.2022 - VOTAÇÃO-PEC KAMIKAZE - O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, abre sessão para votação da PEC Kamikaze que amplia benefícios sociais em ano eleitoral, nesta quarta-feira (13). Com isso, será possível marcar presença remotamente, o que deve aumentar o quórum para votação do texto, diminuindo risco de derrota do governo em pontos importantes, como a supressão do estado de emergência previsto em destaque da oposição. (Foto: Gabriela Biló/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), decidiu reinstalar nesta quarta (13) sessões virtuais para tentar finalizar a votação da PEC (proposta de emenda à Constituição) que amplia benefícios sociais em ano eleitoral.

Com isso, será possível marcar presença remotamente, o que deve aumentar o quórum para votação do texto, diminuindo risco de derrota do governo em pontos importantes do texto, como a supressão do estado de emergência previsto em destaque da oposição.

O estado de emergência foi a saída encontrada para permitir que o presidente Jair Bolsonaro (PL) fure o teto de gastos e crie novos benefícios sociais a poucos meses do pleito, sem ferir a lei eleitoral.

Bolsonaro está atualmente em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto, atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O anúncio da sessão virtual foi feito por Lira pouco após a retomada da sessão, por volta de 11h. A reunião que transcorria foi encerrada para que a nova, virtual, pudesse ser iniciada.

Nesta quarta, Lira também leu nota sobre os problemas técnicos registrados da Câmara na terça-feira. Segundo ele, a votação foi impedida pela interrupção da conectividade à internet da Câmara, "serviço indispensável para a utilização do infoleg parlamentar."

O presidente da Câmara qualificou os fatos como "graves" e disse que merecem rigorosa apuração desta Casa. "A equipe técnica da Diretoria de Tecnologia da Câmara dos Deputados constatou interrupção no acesso à internet, no dia 12/07/2022 (terça-feira), por volta das 19hs. O serviço é prestado para a Câmara por duas operadoras, de forma redundante, para evitar interrupções", disse.

Na nota, ele afirmou que, após apuração preliminar com o apoio da PF, "confirmou-se que houve corte na conexão da operadora Lumen".

"A empresa, em diversos comunicados enviados à Câmara dos Deputados, prestou informações no sentido de que houve interrupção dos serviços por rompimento de fibra ótica no território de Brasília. O grave problema, segundo a empresa, afetou diversos clientes no Distrito Federal a. Os serviços foram retomados às 2 horas da manhã."

"Também houve instabilidade no segundo link contratado pela Câmara dos Deputados, como noticiado."

A nota também fala sobre a instauração do procedimento preliminar de apuração na Superintendência da Polícia Federal no Distrito Federal.

A PF abriu investigação preliminar nesta terça-feira (12) para apurar falhas na internet e inconsistências no sistema de votação da Câmara dos Deputados. Problemas técnicos levaram o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), a suspender a votação da PEC (proposta de emenda à Constituição) que amplia benefícios sociais em ano eleitoral na noite de terça.

A Folha de S.Paulo apurou que a empresa responsável pela prestação do serviço informou à PF que teve problemas técnicos por causa do rompimento de um cabo, que teria relação com uma obra e afetou a internet em vários lugares, não só na Câmara dos Deputados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos