Lira e Pacheco discutirão marco fiscal com Haddad, Campos Neto, Fiesp e Febraban

BRASÍLIA (Reuters) - Os presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), discutirão na manhã desta terça-feira a proposta de novo marco fiscal com representantes da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), informou a assessoria de imprensa de Pacheco.

O encontro, marcado para 11h, acontecerá na residência oficial de Pacheco, em Brasília, e também contará com a presença do relator da proposta na Câmara, deputado Claudio Cajado (PP-BA), além do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. De acordo com a assessoria de Pacheco, outros representantes do setor produtivo também devem participar.

Após a reunião, Cajado deverá apresentar o texto do novo marco fiscal com eventuais mudanças ao colégio de líderes da Câmara, às 12h30, e daí deverá sair a definição se a matéria será votada no plenário da Casa ainda nesta terça ou na quarta.

Ainda segundo a assessoria do presidente do Senado, a reunião deverá ter também como tema a reforma tributária, apontada como prioritária pela equipe econômica encabeçada por Haddad. O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem manifestado a intenção de votar as alterações no sistema de impostos ainda neste primeiro semestre na Câmara.

(Reportagem de Ricardo Brito)