Mercado fechado
  • BOVESPA

    130.089,03
    -118,93 (-0,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.891,60
    -137,94 (-0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,25
    +1,37 (+1,93%)
     
  • OURO

    1.860,40
    -5,50 (-0,29%)
     
  • BTC-USD

    39.682,01
    -171,71 (-0,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    988,13
    -22,47 (-2,22%)
     
  • S&P500

    4.246,59
    -8,56 (-0,20%)
     
  • DOW JONES

    34.299,33
    -94,42 (-0,27%)
     
  • FTSE

    7.172,48
    +25,80 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    28.638,53
    -203,60 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.441,30
    +279,50 (+0,96%)
     
  • NASDAQ

    14.026,00
    -98,75 (-0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1159
    -0,0156 (-0,25%)
     

Lira afirma que MP da Eletrobras deve ser votada pelo Senado nesta semana ou na próxima

·1 minuto de leitura
Presidente da Câmara, Arthur Lira (à esquerda), e presidente do Senado, Rodrigo Pacheco

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), anunciou nesta segunda-feira a previsão de votação da MP da privatização da Eletrobras no Senado nesta semana ou na próxima.

Lira relatou acordo selado com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para que os senadores tenham a liberdade de discutir e modificar o texto da medida provisória, caso considerem necessário, a tempo de devolvê-la para a Câmara.

Segundo o presidente da Câmara, o andamento da MP está "dentro do script". Caso o Senado decida manter o texto produzido pela Câmara, ele pode seguir à sanção presidencial. Mas se for modificado, ele terá de ser avaliado uma segunda vez pelos deputados.

Lira afirmou ainda que a matéria que trata da privatização dos Correios deve ser analisada pela Câmara pouco antes do recesso de julho ou logo depois da volta dos trabalhos.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)