Liquidação pode gerar endividamento extra, diz entidade

As liquidações de começo de ano podem ser uma armadilha e gerar um superendividamento, se não forem bem aproveitadas, alerta a Serasa Experian. De acordo com a instituição, o consumidor deve ficar atento para não comprar por impulso apenas para aproveitar "ofertas tentadoras".

Os economistas da Serasa Experian apontam que o Natal de 2012 foi bom para o varejo, o que pode significar que os consumidores já estão endividados. "A orientação é sempre planejar, aproveitando as liquidações para adquirir apenas o que é necessário e vantajoso para o consumidor", afirmou a instituição, em nota distribuída à imprensa nesta segunda-feira (7).

A orientação da Serasa Experian é para que as pessoas evitem prazos longos nas dívidas, que implicam maior falta de controle. Além disso, a instituição alerta que os consumidores que se endividarem agora, terão financiamentos por todo o primeiro semestre e ficarão com o poder de compra reduzido em datas como Dia das Mães, Páscoa e Dia dos Namorados. Devem ser levados em conta também os gastos de início de ano, não só com pagamento de impostos como Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU), mas também com matrícula e material escolar e gastos extras com diversão no período de férias.

Carregando...