Mercado fechado

Linx anuncia integração online com a Rappi

Jader Lazarini
Linx anuncia integração online com a Rappi

A Linx (LINX3), companhia de softwares para o varejo, divulgou nesta segunda-feira (13) uma nota anunciando a parceria com a startup de vendas por aplicativo e entregas Rappi.

Segundo a empresa, o acordo visa integrar a plataforma omnichannel (sistema de gestão pedidos que integra canais on-line e off-line), o “Linx Omni OMS”, ao aplicativo da Rappi. Dessa forma, companhias que utilizam o serviço da Linx poderão vender seus produtos diretamente aos usuários do aplicativo.

Confira: IPOs de construtoras devem atingir R$ 5 bilhões em 2020

“Empresas como Nike, Centauro (CNTO3), Boticário, Drogaria São Paulo, Hering (HGTX3), Alpargatas (ALPA4), Vivara, Lojas Marisa (AMA3), TokStok, RiHappy, Inbrands e Restoque já estão entre os usuários que poderiam utilizar essa solução”, informou a Linx em nota.

Magazine Luiza em parceria com Linx

Esta não é a primeira parceria da companhia. Em novembro do ano passado, em mais um anúncio de parceria, a Magazine Luiza (MGLU3) comunicou que realizou um acordo com a Linx para a integração de canais da empresa de softwares em seu marketplace.

Quem utiliza o sistema OMNI OMS (Order Management System) da empresa poderá publicar o catálogo de produtos online e offline no marketplace da Magazine Luiza e, assim, tentar alavancar as vendas.

Os vendedores que utilizam o sistema Linx poderão utilizar suas próprias unidades físicas como opção de entrega ou retirada de produtos vendidos no marketplace da varejista.

Compra da SetaDigital

Um mês antes, em outubro, a Linx informou que comprou a SetaDigital em uma operação de até R$ 36,8 milhões.

Veja também: Casino vende Leader Price por 750 milhões de euros, diz agência

De acordo com o fato relevante, a empresa pagou R$ 28 milhões à vista e, adicionalmente, sujeito ao atingimento de metas operacionais e financeiras, paras os anos entre 2019 e 2021, pagará o valor de até R$ 8,8 milhões.

"A aquisição da SetaDigital é mais um passo da Linx para reforçar sua estratégia de cross selling, que representa uma grande oportunidade de crescimento para a companhia.", informou a especialista em tecnologia para varejo.