Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.979,96
    +42,09 (+0,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.789,31
    +417,33 (+0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,25
    -0,24 (-0,37%)
     
  • OURO

    1.869,10
    +1,10 (+0,06%)
     
  • BTC-USD

    43.180,66
    -213,88 (-0,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.206,81
    -46,33 (-3,70%)
     
  • S&P500

    4.127,83
    -35,46 (-0,85%)
     
  • DOW JONES

    34.060,66
    -267,13 (-0,78%)
     
  • FTSE

    7.034,24
    +1,39 (+0,02%)
     
  • HANG SENG

    28.593,81
    +399,72 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    28.406,84
    +582,01 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    13.195,25
    -16,75 (-0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4304
    +0,0205 (+0,32%)
     

Linux para Windows 10 corrige problema grave e adiciona recurso importante

Alveni Lisboa
·2 minuto de leitura

A Microsoft lançou uma nova atualização do Windows Subsystem for Linux 2 (WSL2) para membros do programa Windows Insider. A versão mais recente oferece suporte ao novo kernel baseado em uma versão do Linux 5.10 LTS (suporte de longo prazo), corrige um sério problema de sincronização e ainda traz um recurso bastante aguardado.

No início do ano, em fevereiro, a empresa havia atualizado o kernel da ramificação 4.19 original para a 5.4 LTS no WSL2. O sistema foi novamente aprimorado para oferecer suporte à versão mais atual do LTS, que possui compatibilidade com as novas GPUs e APUs da AMD, um recurso de bloqueio do kernel e acesso ao sistema de arquivos exFAT. A versão 5.4 também trouxe um novo sistema de arquivos leves e somente leitura chamado EROFS.

(Imagem: Reprodução/Microsoft)
(Imagem: Reprodução/Microsoft)

O lançamento é importante por dois motivos principais. Primeiro, porque traz o que há de mais moderno em termos de kernel LTS para o WSL2, o que inclui correções de brechas e aprimoramento de performance. Em segundo lugar, e talvez ainda mais relevante, é que o update resolve um antigo problema e inaugura um novo recurso para os usuários do WSL2.

Uma das novas adições é a capacidade de oferecer suporte à criptografia de disco Linux Unified Key Setup (LUKS). Depois de instalar a atualização, os usuários do Windows Insider WSL2 serão capazes de montar discos LUKS e acessá-los de dentro de sua instalação.

Enquanto a maioria dos softwares de criptografia de disco implementa formatos diferentes e incompatíveis, o LUKS usa um formato padrão, independente de plataforma, para uso em várias ferramentas. Isso facilita a compatibilidade e garante a interoperabilidade entre os diferentes programas.

O bug do relógio

Outra mudança importante é uma correção para um problema de sincronização do relógio, que fazia com que o horário do sistema dentro das instâncias WSL ficassem diferentes da máquina principal. Essa diferença pode gerar graves problemas de compatibilidade entre softwares e erros críticos no sistema. Antes do update, os desenvolvedores eram obrigados e ajustar manualmente essa diferença, a fim de evitar falhas.

(Imagem: Reprodução/StackOverflow)
(Imagem: Reprodução/StackOverflow)

Em uma postagem conjunta, Craig Loewen, gerente de programa e desenvolvedor do Windows, e Pierre Boulay, desenvolvedor WSL, observaram que o bug de sincronização do relógio foi corrigido por causa das mudanças dentro do kernel 5.10 LTS.

De acordo com o cronograma, as alterações introduzidas nas compilações do Windows Insider levam alguns meses para chegar a todos os usuários. Portanto, os utilizadores do WSL podem devem aguardar até o final do segundo trimestre de 2021 (junho) para pôr as mãos no novo kernel do Linux.

A conferência da Microsoft voltada para desenvolvedores está programada para ocorrer entre 25 e 27 de maio. Até lá, pode ser que a empresa se dedique a trazer novas correções e a adição de novas funcionalidades para o WSL.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: