Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.289,18
    +1.085,18 (+0,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.037,05
    -67,35 (-0,13%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,35
    0,00 (0,00%)
     
  • OURO

    1.821,00
    -8,70 (-0,48%)
     
  • BTC-USD

    36.861,52
    -133,46 (-0,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    835,69
    -20,12 (-2,35%)
     
  • S&P500

    4.349,93
    -6,52 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.168,09
    -129,61 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.469,78
    +98,32 (+1,33%)
     
  • HANG SENG

    24.289,90
    +46,30 (+0,19%)
     
  • NIKKEI

    27.011,33
    -119,97 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    14.261,50
    +103,00 (+0,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1054
    -0,0467 (-0,76%)
     

Linux 5.16 é lançado com importantes melhorias para gamers e mais drivers

·3 min de leitura

O Linux recebeu a atualização do kernel para a versão 5.16 com algumas novidades que trazem um pouco mais de estabilidade e compatibilidade do sistema com games. Linus Torvalds anunciou o lançamento na tradicional lista de discussões do sistema, após o adiamento de duas semanas devido ao Natal e ao Réveillon.

O novo Linux 5.16 apresentou um sistema de kernel chamado FUTEX2 — ou futex_waitv() — criado pela Collabora no intuito de aprimorar a experiência de jogos no Linux. A ideia é trazer maior compatibilidade para games do Windows executados via Wine: o FUTEX2 permite que múltiplos "futexes" em uma única chamada, o que deve reduzir a utilização da CPU e aumentar o FPS em muitos títulos, inclusive via Steam.

O FUTEX2 deve melhorar o desempenho de jogos no Linux 5.16 (Imagem: Captura de tela/Canaltech)
O FUTEX2 deve melhorar o desempenho de jogos no Linux 5.16 (Imagem: Captura de tela/Canaltech)

Além disso, o relatório de integridade do sistema de arquivos recebeu um impulso graças a uma nova API baseada no fanotify, embora isso esteja restrito ao formato EXT4 no momento. Esse ajuste melhorará o monitoramento da integridade do sistema, pois haverá a registro a partir da ocorrência do primeiro erro até a última notificação, com a manutenção de uma contagem de falhas adicionais.

Como de costume, esse atualização do kernel melhora o suporte gráfico do Linux. A novidade é o suporte ao DisplayPort 2.0 para o driver da GPU AMD, associado às placas de última geração. Houve também a introdução de mais aprimoramentos para gráficos DG2/Alchemist e suporte estável para gráficos Intel Alder Lake S.

Além disso, o Linux 5.16 trouxe também as seguintes melhorias:

  • Suporte para instruções Intel AMX

  • Agendador de tarefas para 'clusters' de CPU compartilhando cache L2/L3

  • Recurso de gerenciamento de memória 'Memory Folio'

  • Recuperação de memória proativa baseada em DAMON

  • Gerenciamento aprimorado de congestionamento de gravação

Linux para gamers?

O Linux 5.16 introduziu o suporte para os Joy-Con e Pro Controler, ambos da Nintendo. Assim, você poderá curtir seus games favoritos com o controle de uma das empresas mais amadas do mundo. Houve, ainda, a adição de drivers para suportar a revisão de 2021 do Apple Magic Keyboard e o novo Realtek 802.11ax.

Linux passa a suportar os Joy-Con da Nintendo para games (Imagem: Enrique Vidal Flores/Unsplash)
Linux passa a suportar os Joy-Con da Nintendo para games (Imagem: Enrique Vidal Flores/Unsplash)

Em termos de compatibilidade com dispositivos, o kernel melhorou o suporte para o Surface Pro 8 da Microsoft, Surface Laptop Studio e Surface Go 3. Os botões laterais do mouse sem fio Xiaomi Mi agora devem funcionar como pretendido, assim como os leds do controle DualSense do PlayStation 5. A experiência de uso para os recentes tablets Intuos da Wacom e o Nitrokey FIDO U2F foram aprimoradas como nunca.

Por fim, cabe ressaltar que o Linux trouxe ainda dezenas de pequenos ajustes e atualizações no sistema de arquivos, coração do kernel, novos drivers e melhorias no suporte a redes.

Como baixar o Linux 5.16

O Linux 5.16 é um software de código aberto que pode ser baixado gratuitamente no site oficial kernel.org. É provável que as distribuições de lançamento contínuo, como o Pop!_OS, atualizem seus sistemas para abranger a novidade nos próximos dias.

Já no caso das distros com lançamento fixos, como o Ubuntu, a inclusão levará mais algum tempo — embora seja possível instalar o kernel da linha principal sem suporte oficial ou garantia de estabilidade, o que não é recomendado para usuários comuns.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos