Mercado abrirá em 6 h 27 min

LinkedIn publica lista com as 10 startups de maior destaque no Brasil em 2021

·2 minuto de leitura

O LinkedIn lançou nesta quarta-feira (22) quarta edição das Top Startups, lista das dez empresas brasileiras do tipo que mais se destacaram neste ano. Os critérios para formar o ranking vêm da análise de dados de mais de 774 milhões de participantes da rede social corporativa em todo o mundo.

Veja a lista de Top Startups 2021 no Brasil, segundo o LinkedIn:

  • C6 Bank (banco digital)

  • Neon (fintech)

  • Gupy (empresa de tecnologia para recursos humanos)

  • Kestraa (gestão e operação de comércio exterior)

  • Mandaê (serviço logístico para e-commerce)

  • Loft (plataforma digital para compra e venda de imóveis)

  • Dengo Chocolates (foodtech)

  • DataSprints (soluções para análise de dados)

  • Kovi (aluguel de carros)

  • Liv Up (foodtech de comida natural e mercado online)

A metodologia do LinkedIn foi criada a partir de quatro grandes critérios: crescimento no número de funcionários; interesse por vagas; engajamento de usuários com a empresa e seus funcionários; e atração de profissionais. As empresas candidatas deveriam ser independentes e de propriedade privada, com 50 ou mais funcionários, fundadas há até sete anos e com matriz no Brasil.

C6 Bank, uma das startups da lista do LinkedIn (Imagem: Divulgação/C6 Bank)
C6 Bank, uma das startups da lista do LinkedIn (Imagem: Divulgação/C6 Bank)

Foram excluídas empresas de seleção de pessoal, “think tanks”, organizações sem fins lucrativos, aceleradoras, entidades filantrópicas, empresas de capital de risco e órgãos estatais. Também não entraram startups que dispensaram 20% ou mais de sua equipe de 1º de junho de 2020 a 20 de junho de 2021. A rede social também realiza versões nacionais desta lista em outros 25 países, como Alemanha, Canadá, EUA, Itália, Índia, Japão, México, Arábia Saudita, Bélgica, Cingapura e Egito.

As startups eleitas refletem o momento pandêmico, pois são em sua maioria serviços digitais que ajudaram a manter o isolamento social, como serviços financeiros, logística e e-commerces. "Além disso, percebemos também a presença de companhias que disponibilizam produtos que fazem parte do dia a dia das pessoas, como banco digital e delivery de alimentos", afirma Rafael Kato, editor-chefe do LinkedIn para América Latina.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos