Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    62.130,98
    +2.600,09 (+4,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Linha Pixel 6 e mais: o que esperar do próximo evento do Google

·5 minuto de leitura

No dia 19 de outubro o Google realizará um novo evento para, finalmente, lançar a linha Pixel 6, que contará com dois celulares — Google Pixel 6 e Google Pixel 6 Pro. Ambos os modelos já foram brevemente apresentados há meses, mas, agora, a fabricante enfim deve revelar os detalhes completos sobre eles, bem como informações sobre preço e disponibilidade.

A linha Google Pixel 6 é a primeira a contar com um chipset próprio da marca, o Tensor, que foi desenvolvido em parceria com a Samsung. Segundo vazamentos, o componente possui oito núcleos de processamento, sendo dois Cortex-X1 a 2,8 GHz, dois Cortex-A78 a 2,25 GHz e quatro Cortex-A55 a 1,8 GHz. Já o processamento gráfico fica por conta da GPU Mali-G78 da ARM.

Como assistir o evento do Google

O evento de apresentação da linha Google Pixel 6 será realizado no dia 19 de outubro às 14h do horário de Brasília, e poderá ser assistido pelo canal oficial do Google no YouTube, com possível compartilhamento em perfis da marca em outras redes sociais.

O que esperar da linha Google Pixel 6

(Imagem: Divulgação/Google)
(Imagem: Divulgação/Google)

Além de usar, pela primeira vez, um chipset projetado em casa, os dois modelos da linha Google Pixel 6 devem contar com especificações avançadas. Isso levará novamente a família para o patamar de modelos topo de linha após a decisão questionável de lançar o Pixel 5 como um intermediário, rivalizando assim com concorrentes como Apple e Samsung.

As especificações devem incluir opções de até 8 GB de memória RAM com 256 GB de armazenamento interno na versão base da série, enquanto o modelo mais avançado terá até 12 GB de RAM e 512 GB de armazenamento.

Além disso, o Google Pixel 6 terá um conjunto duplo de câmeras traseiras, com um sensor principal Samsung GN1 de 50 MP e um Sony IMX386 ultrawide de 12 MP. As selfies ficam por conta de uma lente de 8 MP. Já o Google Pixel 6 Pro terá uma câmera a mais atrás, trazendo como extra uma lente periscópica de 48 MP com zoom óptico de 4x. A câmera frontal também terá um upgrade, com sensor de 12 MP.

(Imagem: Divulgação/Google)
(Imagem: Divulgação/Google)

Em relação à tela, a versão mais simples chega com um painel planel de 6,4 polegadas, com resolução de 1080p e taxa de atualização de 90 Hz. A variante Pro, por sua vez, contará com um display curvo de 6,71 polegadas, com resolução de 1440p e taxa de atualização mais rápida de 120 Hz, caso os rumores se confirmem.

Por fim, o Google Pixel 6 “comum” será alimentado por uma bateria de 4.614 mAh, enquanto seu irmão maior terá um componente de 5.000 mAh com suporte para carregamento rápido de 33 W. Ambos os modelos chegarão às lojas com o Android 12 — versão mais recente do software da empresa — instalado de fábrica.

Além da parte de ficha técnica, ambos os Pixel 6 chegam com visual totalmente reformulado para se diferenciar no tão movimentado mercado de smartphones, trazendo uma "camera bar" que divide os dois tons de cores do acabamento e furo centralizado na tela para a câmera de selfies.

Para facilitar, confira a ficha técnica aguardada para cada modelo:

Google Pixel 6: possível ficha técnica

(Imagem: Divulgação/Google)
(Imagem: Divulgação/Google)
  • Tela: 6,4 polegadas com taxa de atualização de 90 Hz e resolução de 1080p

  • Chipset: Google Tensor

  • Memória RAM: Até 8 GB

  • Armazenamento interno: Até 256 GB

  • Câmera traseira: 50 MP + 12 MP ultrawide

  • Câmera frontal: 8 MP

  • Bateria: 4.614 mAh

  • Sistema operacional: Android 12

Google Pixel 6 Pro: possível ficha técnica

(Imagem: Divulgação/Google)
(Imagem: Divulgação/Google)
  • Tela: 6,71 polegadas com taxa de atualização de 120 Hz e resolução de 1440p

  • Chipset: Google Tensor

  • Memória RAM: Até 12 GB

  • Armazenamento interno: Até 512 GB

  • Câmera traseira: 50 MP + 48 MP com zoom de 4x + 12 MP

  • Câmera frontal: 12 MP

  • Bateria: 5.000 mAh com carregamento de 33W

  • Sistema operacional: Android 12

Possíveis preços para a linha Google Pixel 6 e disponibilidade

(Imagem: Divulgação/Google)
(Imagem: Divulgação/Google)

Até o momento não há nenhuma informação oficial em relação aos preços que serão cobrados pelo Google Pixel 6 e Google Pixel 6 Pro. De qualquer forma, alguns rumores sugerem que a versão base da linha chegará às lojas com valores partindo de 649 euros (cerca de R$ 4.126 em conversão direta), enquanto o modelo mais completo custaria a partir de 899 euros (R$ 5.716).

No anúncio, a marca também já deve fornecer informações mais detalhadas sobre o período de pré-venda e a data em que eles chegarão às prateleiras.

O que mais pode ser anunciado pelo Google no evento do dia 19

(Imagem: Waqar Khan/LetsGoDigital)
(Imagem: Waqar Khan/LetsGoDigital)

Além dos novos modelos de celulares, a empresa também pode fazer breves comentários sobre outros produtos durante a apresentação. Dito isso, não é esperado nenhum lançamento oficial, mas a Gigante das Buscas pode fazer alguma menção ao Google Pixel Fold — primeiro modelo de celular dobrável da empresa, que pode ser apresentado como mais uma opção para a marca concorrer com Samsung e Xiaomi.

E ele não é o único produto de categoria inédita para a empresa a ser apresentado no evento. Isso porque o Pixel Watch, que deve vir a ser o primeiro relógio inteligente do Google, também pode ser mencionado brevemente, além do Pixel Tab que é esperado para marcar o retorno da empresa no segmento de tablets após a investida sem sucesso no Pixel Slate.

Por fim, é possível que a linha Google Nest também dê as caras durante a apresentação. Nenhum lançamento oficial é aguardado no segmento de smart speakers, mas é possível, mais uma vez, que haja uma menção aos assistentes virtuais da empresa na ocasião.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos