Mercado abrirá em 1 h 59 min
  • BOVESPA

    110.249,73
    +1.405,98 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.828,13
    +270,48 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,64
    +1,15 (+1,63%)
     
  • OURO

    1.775,30
    -2,90 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    42.181,48
    -1.275,11 (-2,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.052,19
    -11,66 (-1,10%)
     
  • S&P500

    4.354,19
    -3,54 (-0,08%)
     
  • DOW JONES

    33.919,84
    -50,63 (-0,15%)
     
  • FTSE

    7.062,74
    +81,76 (+1,17%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.077,50
    +53,50 (+0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1807
    +0,0016 (+0,03%)
     

Linha Huawei Mate 50 não deve ser lançada até metade de 2022

·2 minuto de leitura

A Huawei sofreu muito com o banimento por parte do governo dos Estados Unidos, e desde então está proibida de realizar acordos com empresas norte-americanas, sendo impedida de usar processadores Qualcomm que tenham suporte a rede 5G e ou ofertar os serviços do Google, por exemplo.

Recentemente, a empresa anunciou a linha Huawei P50, com um novo visual, mais refinado, e com processador Snapdragon 888, mas em uma versão modificada que suporta apenas a rede 4G, deixando o suporte à rede 5G apenas para a variante com processador Kirin 9000.

Huawei P50 (Imagem: Divulgação/Huawei)
Huawei P50 (Imagem: Divulgação/Huawei)

Tradicionalmente, a linha Huawei P é apresentada no primeiro semestre do ano, enquanto a linha Huawei Mate chega para completar o calendário no segundo semestre. Pelo visto, esse ciclo vai ser quebrado, com o atraso da série Mate 50 para o ano que vem.

Segundo uma publicação na rede social chinesa Weibo, a Huawei modificou sua estratégia, e vai anunciar os smartphones Mate de próxima geração no final do segundo trimestre do próximo ano. Ou seja, daqui cerca de nove meses. Além disso, revela que a marca deve seguir o que fez com o P50 e lançar uma variante com 5G e chipser Kirin e outra com 4G e processador Snadpragon, possivelmente o futuro Snapdragon 898.

Além disso, a estratégia da gigante chinesa, por enquanto, deve ser de lançar apenas uma geração topo de linha, em vez de duas. Dessa maneira, é possível que não exista um sucessor para os Huawei P50 em 2022, sendo apresentados apenas os modelos da linha Mate.

Como a empresa ainda não se pronunciou sobre o assunto, só nos resta aguardar para ver quais serão os próximos passos da Huawei para tentar contornar o embargo dos Estados Unidos e seguir atuando no mercado de smartphones.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos