Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.580,79
    +234,97 (+0,21%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.304,04
    -72,85 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,42
    +0,65 (+0,59%)
     
  • OURO

    1.864,10
    -1,30 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    29.619,73
    +428,92 (+1,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    660,92
    +5,10 (+0,78%)
     
  • S&P500

    3.941,48
    -32,27 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.928,62
    +48,38 (+0,15%)
     
  • FTSE

    7.484,35
    -29,09 (-0,39%)
     
  • HANG SENG

    20.112,10
    -357,96 (-1,75%)
     
  • NIKKEI

    26.644,89
    -103,25 (-0,39%)
     
  • NASDAQ

    11.812,25
    +41,25 (+0,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1653
    -0,0069 (-0,13%)
     

Linha Galaxy S22 chega em 9 de fevereiro com grandes mudanças

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·9 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A exatas duas semanas do anúncio oficial, a família Samsung Galaxy S22 teve um de seus maiores vazamentos nesta quarta-feira (26), que divulga as fichas técnicas completas dos três modelos que irão compor a linha. Cortesia do site WinFuture, as informações reforçam o que vazamentos anteriores já haviam indicado, e sugerem que os novos flagships devem chegar como versões refinadas dos Galaxy S21, com exceção do modelo Ultra, que terá uma missão mais ambiciosa. Além disso, a Samsung confirmou o Galaxy Unpacked para 9 de fevereiro, onde os celulares serão apresentados oficialmente.

Galaxy S22 Ultra é sucessor do Galaxy Note

Ainda que o vazamento desta quarta-feira não indique, os teasers da Samsung e as inúmeras imagens vazadas nesta semana confirmam que o Galaxy S22 Ultra será o sucessor espiritual da família Galaxy Note, encerrada abruptamente no ano passado.

O modelo destoa dos irmãos menores ao empregar design com linhas retas, módulo de câmeras minimalista e, o mais importante, trazer uma S Pen embutida, uma das principais críticas feitas ao Galaxy S21 Ultra e também ao Galaxy Z Fold 3, que exigem uma case especial para transportar a caneta.

Ainda assim, sem surpreender, o flagship premium da Samsung traz configurações que devem equipar a maioria dos telefones mais avançados do mundo Android em 2022, com algumas novidades interessantes.

A linha Samsung Galaxy S22 chegará equipada com os novos Snapdragon 8 Gen 1 e Exynos 2200, com o chip da Qualcomm sendo disponibilizado em mais regiões (Imagem: Samsung/YouTube)
A linha Samsung Galaxy S22 chegará equipada com os novos Snapdragon 8 Gen 1 e Exynos 2200, com o chip da Qualcomm sendo disponibilizado em mais regiões (Imagem: Samsung/YouTube)

Como já se sabe, o aparelho chegará equipado com processadores Snapdragon 8 Gen 1 ou Exynos 2200, a depender do mercado — acredita-se, no entanto, que o chip da Qualcomm seja o chip utilizado globalmente, inclusive no Brasil, enquanto o componente da Samsung será restrito à Europa e mais algumas regiões.

As plataformas serão acompanhadas por 8 GB ou 12 GB de RAM e 128 GB, 256 GB ou 512 GB de armazenamento, o que configura a primeira mudança negativa em comparação ao Galaxy S21 Ultra, considerando que topo de linha da geração anterior tinha 12 GB de RAM como base, e poderia atingir os 16 GB. Dito isso, apesar de ser um retrocesso que deve ser considerado, 8 GB ainda deve ser suficiente para o Android por um bom tempo.

A tela segue o caminho oposto ao oferecer novidades bem-vindas, contando com painel Dynamic AMOLED 2X de 6,8 polegadas e resolução Quad HD+ de 3080 x 1440 pixels, em nova proporção de 19,3:9. Isso significa que o Galaxy S22 Ultra será ligeiramente mais largo que o S21 Ultra, o que, na prática, deve trazer maior conforto durante a escrita.

Destacado dos modelos menores, o Galaxy S22 Ultra deve assumir o posto antes ocupado pela linha Galaxy Note (Imagem: Evan Blass)
Destacado dos modelos menores, o Galaxy S22 Ultra deve assumir o posto antes ocupado pela linha Galaxy Note (Imagem: Evan Blass)

O display será munido ainda de vidro Gorilla Glass Victus, pico de brilho de 1.750 nits e taxa de atualização de até 120 Hz, apoiada por mais um recurso importante — o novo painel LTPO 2.0, capaz de reduzir a taxa a até 1 Hz para economizar bateria. A tecnologia já está presente no OnePlus 10 Pro, e pode ser amplamente adotada por outros flagships neste ano.

As câmeras não trazem grandes mudanças: a lente de selfies contará com 40 MP e abertura de f/2.2, enquanto o conjunto traseiro será equipado com sensor principal de 108 MP, de abertura f/1.8 e com estabilização óptica (OIS), ultrawide de 12 MP, com campo de visão de 120° e abertura de f/2.2, bem como duas lentes telefoto de 10 MP, com aberturas de f/2.4 e f/4.9 proporcionando zoom óptico de 3x e 10x, respectivamente.

Se levarmos em conta os teasers da Samsung, que destacam o desempenho das lentes no escuro, a gigante deve estar concentrada em aprimorar seu software de pós-processamento neste ano, mantendo a maior parte do hardware do ano passado.

O restante das especificações não traz grandes surpresas, e inclui bateria de 5.000 mAh com recarga rápida, carregamento sem fio e reverso, 5G, Bluetooth 5.2, Wi-Fi 6E, sensor UWB, certificação IP68 de resistência à água e poeira, dual SIM com eSIM adicional, modo DeX, leitor de digitais sob o display e Android 12, rodando sob a nova One UI 4.1.

Galaxy S22 Plus é experiência premium equilibrada

Modelo intermediário da família, o Galaxy S22 Plus é um dos que menos traz mudanças, ao menos de acordo com a ficha, ponto que se agrava quando observamos que a maioria delas é um retrocesso frente ao Galaxy S21 Plus. O visual mantém os elementos da geração passada, trazendo leves refinamentos, como a traseira plana e módulo de câmeras um pouco menos saltado.

Assim como o irmão maior, o dispositivo será equipado com Snapdragon 8 Gen 1 ou Exynos 2200, trazendo opção única de 8 GB de RAM, com 128 GB ou 256 GB de armazenamento. A tela é uma das mudanças, sendo menor e mais larga, contando com 6,6 polegadas e proporção de 19,5:9. O painel Dynamic AMOLED 2X tem resolução Full HD+ de 2340 x 1080 pixels, e taxa de atualização variável entre 10 Hz e 120 Hz.

Apesar de não oferecer display LTPO 2.0, o pico de brilho é o mesmo do Galaxy S22 Ultra, com 1.750 nits, além do vidro utilizado, o Gorilla Glass Victus. Nas câmeras, o Galaxy S22 Plus mantém a lente de selfies de 10 MP do antecessor, enquanto aplica modificações mais profundas no conjunto traseiro.

Modelo intermediário da família, o Galaxy S22 Plus deve trazer refinamentos para a fórmula do S21 Plus, incluindo tela mais larga, traseira plana e novo conjunto de processamento (Imagem: Evan Blass)
Modelo intermediário da família, o Galaxy S22 Plus deve trazer refinamentos para a fórmula do S21 Plus, incluindo tela mais larga, traseira plana e novo conjunto de processamento (Imagem: Evan Blass)

A lente principal traz agora sensor de 50 MP, com abertura de f/1.8 e OIS, enquanto a ultrawide adota sensor de 12 MP, com abertura de f/2.2 e campo de visão de 120°. A telefoto passou por mudanças drásticas, oferecendo sensor de 10 MP, com abertura de f/2.4, OIS e zoom óptico de 3x. A notícia mais preocupante, no entanto, está na bateria.

Após o aumento visto na geração anterior, o Galaxy S22 Plus deve voltar ao patamar do Galaxy S20 Plus ao oferecer 4.500 mAh, o que pode não ser um problema, mas ainda gera dúvidas frente aos relatos de alto consumo dos novos chipsets de Qualcomm e Samsung. Como era de se esperar, há carregamento rápido, além de carregamento sem fio com recarga reversa.

Completando o conjunto, há os mesmos recursos adicionais do irmão Ultra, com 5G, Bluetooth 5.2, Wi-Fi 6E, sensor UWB, certificação IP68 de resistência à água e poeira, dual SIM com eSIM adicional, modo DeX, leitor de digitais sob o display e Android 12, sob a One UI 4.1.

Galaxy S22 corrige críticas do antecessor

Dispositivo de entrada da família, o Galaxy S22 adota a mesma estratégia da variante Plus, atuando como um refinamento do Galaxy S21, mas chamando ainda mais atenção por corrigir boa parte das críticas feitas à geração anterior. O design é basicamente idêntico ao do S22 Plus, e agora inclui traseira em Gorilla Glass Victus, deixando o plástico de lado para se posicionar melhor como um celular premium.

O conjunto de processamento é outro ponto em comum, munido de Snapdragon 8 Gen 1 ou Exynos 2200, 8 GB de RAM e 128 GB ou 256 GB de armazenamento. A tela acompanha as mudanças do restante da linha, com display Dynamic AMOLED 2X de 6,1 polegadas, resolução Full HD+ de 2340 x 1080 pixels em proporção 19,5:9 e taxa de atualização variável entre 10 Hz e 120 Hz.

Trazendo os mesmos refinamentos do irmão Plus, o Galaxy S22 deve corrigir pontos críticos do S21, mas preocupa pela possível bateria pequena (Imagem: Evan Blass)
Trazendo os mesmos refinamentos do irmão Plus, o Galaxy S22 deve corrigir pontos críticos do S21, mas preocupa pela possível bateria pequena (Imagem: Evan Blass)

Sendo o modelo mais acessível, o Galaxy S22 traz um pico de brilho menor que os outros aparelhos da linha, estando limitado a 1.500 nits, mas a proteção de vidro Gorilla Glass Victus deve ser mantida. Assim como nas gerações anteriores, o conjunto de câmeras é compartilhado com o Galaxy S22 Plus, oferecendo selfies de 10 MP e o combo de lentes traseiras triplas de 50 MP, 12 MP e 10 MP.

De todas as modificações, a bateria deve ser a mais crítica: há apenas 3.700 mAh de capacidade no flagship, o que a configuraria como uma das menores adotadas pela Samsung na família Galaxy S em anos. Caso se comprove, há fortes chances da autonomia do modelo sofrer seriamente, ainda que seja muito cedo para afirmar qualquer coisa.

No mais, com exceção do sensor UWB, uma exclusividade dos irmãos mais premium, o Galaxy S22 emprega os recursos vistos no restante da família, incluindo 5G, Bluetooth 5.2, Wi-Fi 6E, certificação IP68 de resistência à água e poeira, dual SIM com eSIM adicional, modo DeX, leitor de digitais sob o display e Android 12, sob a One UI 4.1.

Linha Galaxy S22 estreia em 9 de fevereiro

Paralelo a isso, após diversos rumores, a Samsung confirmou na noite desta terça-feira (25) que o Galaxy Unpacked 2022, evento no qual a família Galaxy S22 será oficializada, acontecerá de fato no dia 9 de fevereiro, às 11h40 no horário de Brasília. Junto à confirmação, a gigante sul-coreana divulgou um novo vídeo teaser, que dá pistas sobre o que podemos esperar dos novos smartphones.

O material destaca as "câmeras que trazem luz à escuridão", possivelmente referindo-se a um modo noturno turbinado para as câmeras, e a missão de "reescrever o futuro", menção direta à adoção da S Pen embutida no Galaxy S22 Ultra. Vale lembrar que a empresa deve anunciar ainda a família de tablets Galaxy Tab S8, além de um speaker inteligente rival para Amazon Echo e Google Nest.

Segundo o WinFuture, os celulares chegam em 25 de fevereiro, com preços mais salgados: o Galaxy S22 deve partir dos 849 euros (~R$ 5.200), enquanto o Galaxy S22 Plus aumenta os valores em quase 25%, partindo assim dos 1.049 euros (~R$ 6.440). O poderoso Galaxy S22 Ultra exigirá que os interessados desembolsem 1.249 euros (~R$ 7.660) para o modelo base, atingindo os altíssimos 1.449 euros (~R$ 8.885) na versão completa.

Países como EUA e Suécia já oferecem a pré-reserva com bônus especiais, incluindo cupons de crédito para compras na loja oficial da Samsung de até 100 euros (~R$ 615).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos