Mercado abrirá em 3 h 24 min
  • BOVESPA

    129.441,03
    -634,97 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,16 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,51
    +0,60 (+0,85%)
     
  • OURO

    1.861,90
    -17,70 (-0,94%)
     
  • BTC-USD

    39.634,36
    +4.055,48 (+11,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    923,53
    -18,29 (-1,94%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,40 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.160,53
    +26,47 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    29.161,80
    +213,07 (+0,74%)
     
  • NASDAQ

    14.028,00
    +33,75 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1908
    -0,0018 (-0,03%)
     

Linha Galaxy Note voltará após baixa adoção da S-Pen no S21 Ultra, aponta rumor

·3 minuto de leitura

A família Galaxy da Samsung passou por algumas mudanças em 2021, com destaque para duas delas: a chegada da S-Pen, famosa caneta stylus da linha Galaxy Note, ao Galaxy S21 Ultra, sendo o primeiro modelo da série S a adotar o acessório; e a confirmação da ausência de um Galaxy Note em 2021, em virtude da escassez global de chips, segundo a empresa.

Essas modificações levantaram rumores de que a gigante sul-coreana estaria planejando encerrar a família Galaxy Note, expandindo a presença da S-Pen para mais celulares como compensação, incluindo os próximos dobráveis da marca. Aparentemente, a suposta estratégia não saiu como o esperado, conforme indicam informações divulgadas pelo leaker Tron.

S-Pen não teria conquistado usuários do S21 Ultra

Em resposta ao leaker Ice Universe, que havia questionado no Twitter se o público estaria interessado em ver um novo Galaxy Note em 2022, Tron garantiu que o aparelho premium da marca faria seu retorno no ano que vem. A decisão seria resultado da baixa adoção da S-Pen por usuários do Galaxy S21 Ultra — as vendas não teriam atendido às expectativas da Samsung.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Caso esse seja realmente o caso, o alcance insatisfatório pode ter a integração desajeitada do acessório com o S21 Ultra como principal motivo, como lembra o site Android World. Diferente dos aparelhos da linha Galaxy Note, a S-Pen do atual topo de linha da fabricante é maior e precisa ser transportada separadamente, uma preocupação extra para os usuários.

A integração desajeitada da S-Pen ao S21 Ultra pode ser um dos motivos da baixa adoção do acessório (Imagem: Divulgação/Samsung)
A integração desajeitada da S-Pen ao S21 Ultra pode ser um dos motivos da baixa adoção do acessório (Imagem: Divulgação/Samsung)

Há uma case especial para acoplar a caneta na lateral, mas a qualidade de construção é inferior a outras capas lançadas pela Samsung, sendo composta basicamente de silicone e estando sujeita a marcas de dedo e outros agentes abrasivos. Fechando o pacote de pontos negativos está o preço: US$ 69 no exterior, ou R$ 479 no Brasil.

Samsung já havia confirmado um Galaxy Note para 2022

Vale lembrar que, em meados de março, a própria Samsung havia confirmado que a família Galaxy Note não seria encerrada. De acordo com a empresa, o modelo planejado para 2021 foi adiado para 2022, como resultado da escassez global de chips que afeta praticamente todos os setores de tecnologia. Diante desse cenário, a gigante sul-coreana teria priorizado modelos de maior impacto, como os dobráveis.

A Samsung já havia confirmado que um novo Galaxy Note seria lançado em 2022 (Imagem: Divulgação/Samsung)
A Samsung já havia confirmado que um novo Galaxy Note seria lançado em 2022 (Imagem: Divulgação/Samsung)

Ainda assim, mesmo que não seja o verdadeiro motivo por trás do retorno da linha Note, as vendas insatisfatórias da S-Pen para o S21 Ultra podem incentivar a Samsung a investir mais nos futuros phablets da marca.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: