Mercado fechará em 2 h 42 min

Liminar da Ser que interrompia negociações entre Laureate e Ânima é revogada

Rita Azevedo
·1 minuto de leitura

A Ser, contudo, ressalta que pediu a instauração de um procedimento arbitral para tratar da aquisição Divulgação A decisão liminar que interrompeu as negociações entre o grupo americano Laureate e a Ânima foi revogada. A informação foi divulgada pela Ser, que entrou na Justiça para contestar as condições do acordo. As duas companhias, Ânima e Ser, apresentaram proposta para a compra dos ativos da Laureate no Brasil. A companhia americana preferiu a oferta da Ânima. Depois disso, a Ser entrou na Justiça alegando que a Ânima não possuía garantia firme dos bancos para levantar os recursos financeiros necessários para a aquisição e que não tinha condições de suportar um financiamento elevado. No comunicado de hoje, a Ser ressalta que pediu a instauração de um procedimento arbitral para tratar do tema, que se mantém certa de seus direitos e que tomará todas as medidas cabíveis para garantir o efeito cumprimento dos termos da transação.