Mercado fechará em 6 h 14 min

'O jovem empreendedor está mais disposto a correr riscos', diz CEO da LinkApi

Os desafios de empreender jovem são inúmeros. Embora a falta de experiência jogue contra em diversos cenários, ela também pode ajudar em apostas para o negócio.

SIGA O YAHOO FINANÇAS NO INSTAGRAM

Para Thiago Lima, CEO da LinkAPI e empreendedor desde os 17 anos, “o jovem está mais disposto a correr riscos".

“Você pode errar que não vai ligar tanto. Esse pouco de irresponsabilidade pode ser usado ao seu favor para experimentar, aprender coisas novas. Vejo com olhos positivos quando você aprende e começa muito cedo", explica.

PODCAST LÍDERES: OUÇA A CONVERSA COMPLETA AGORA!

Lima é um dos convidados do episódio desta semana de Líderes, produção original do Yahoo! Finanças que coloca frente a frente as mentes por trás das empresas mais inovadoras do mercado.

Assista também

O CEO explica que começou a trabalhar cedo por necessidade. Nascido no Grajaú, zona sul de São Paulo, ele iniciou no desenvolvimento de software aos 12 anos — a primeira empresa veio cinco anos depois, quando presenciou a oportunidade de criar sistemas que unificassem aplicações.

Líderes

O programa Líderes é apresentado por Luciana Pioto. A jornalista e atriz foi repórter de vídeos do UOL e também apresentou a previsão do tempo dos dois jornais estaduais da RICTV | Record TV Paraná. Ela também tem um canal no Youtube que, através do protagonismo negro, busca promover a igualdade racial e a empatia.

No episódio dessa semana, os CEOs Thiago Lima (LinkApi) e Tallis Gomes (Singu) falam sobre dificuldades e oportunidades de iniciar a caminhada empreendedora com pouca idade.

A Singu é conhecida como o “Uber da beleza". O app é um marketplace que conecta profissionais do ramo estético, como manicures, com clientes. Recentemente, a empresa anunciou a atriz Deborah Secco como uma de suas sócias e projeta triplicar de tamanho até o fim de 2019.

Assista também

Já a LinkApi é uma plataforma que conecta APIs e sistemas de desenvolvimento de forma simples e eficiente. Eles integram a Wayra, aceleradora de startups que pertence à Vivo, e receberam algumas rodadas de investimento este ano.

Quem é Thiago Lima

Thiago Lima, CEO da LinkApi (Foto: Caio Hommer)

Thiago Lima começou a programar aos 12 anos. Aos 17 anos, teve seu primeiro negócio, mas após uma frustração decidiu virar lutador de MMA. Em dois anos disputou cinco lutas e se lesionou gravemente. Acabou voltando para a tecnologia. A LinkApi, da qual é fundador e CEO, surgiu durante um projeto para a Venture Builder da FCamara, de onde THiago era diretor de inovação. Hoje a empresa possui mais de 100 clientes entre Samsung, Leroy Merlin e Linx