Mercado fechado

O cliente vai ficar mais digital, seja para comprar ou pagar, diz CEO do Carrefour

Redação Finanças
·2 minutos de leitura

Não importa qual seja o futuro do comércio após o fim da pandemia de covid-19, uma coisa é certa: a digitalização veio para ficar. Seja por meio de canais virtuais de compra, como sites, aplicativos ou até o WhatsApp, ou por meio de novos meios de pagamento, com smartphone por aproximação ou transferências instantâneas.

"Nós consideramos que o cliente vai ficar mais digital, seja para comprar ou para pagar", diz Noël Prioux, CEO do Carrefour Brasil. O executivo afirma que a digitalização acelerada dos processos acabou transformando tudo o que a empresa entende sobre o seu próprio negócios. "Não falamos mais [em sermos] um hipermercado, nós falamos de serviço."

Prioux é um dos convidados do mais recente episódio da nova temporada de Líderes, programa original do Yahoo Finanças que coloca frente a frente executivos das principais empresas do Brasil e do mundo para discutir negócios, inovação, empreendedorismo e responsabilidade social.

Episódios anteriores

Neste episódio, Prioux e Dominique Oliver, CEO da Amaro, explicam o que suas respectivas empresas precisaram fazer para se adequar ao crescimento da demanda digital na pandemia - e como o mercado deve se comportar daqui em diante.

Essa digitalização acelerada também faz com que o Carrefou reveja a função de seus hipermercados espalhados pelo Brasil e pelo mundo, diz Prioux. Uma dessas funções é a de centro de distribuição: um ponto de encontro onde o cliente retira a compra feita pela internet, por exemplo.

Segundo o executivo, "ninguém quer voltar" ao modelo de negócios que reinava antes da pandemia. "Isso é uma aprendizagem muito importante para o futuro, para o time, para a nova organização e para a aceleração que nós queremos para a empresa também."

Quem é Noël Prioux

Noël Prioux, CEO do Carrefour Brasil (Foto: Divulgação)
Noël Prioux, CEO do Carrefour Brasil (Foto: Divulgação)

Há 34 anos no Grupo Carrefour, Noël iniciou sua trajetória na companhia em 1984 e ocupou diversas posições dentro do setor de hipermercados na França. Em 1996, se tornou diretor de serviços financeiros do Carrefour S.A. no país. A partir de 1998, atuou como diretor executivo do Carrefour S.A. e de subsidiárias, como Turquia, França Colômbia, Sul da Ásia e Espanha. O executivo ocupava a posição de diretor-executivo do Carrefour S.A. na França, desde 2011, antes de chegar ao Brasil, em 2017.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube