Mercado fechado

Brasileiro ainda tem carro como sonho de consumo, diz COO da Localiza

Redação Finanças
·3 minutos de leitura

A evolução da tecnologia e, mais apressadamente, a pandemia de covid-19, vêm transformando a maneira como os seres humanos se relacionam com seus carros. Mas para Eugênio Mattar, COO da Localiza, companhia que atua nos segmentos de seminovos, locação de veículos e gerenciamento de frotas, o automóvel ainda é um sonho de consumo para os brasileiros. E isso não deve mudar tão cedo.

"Se a pessoa usa um carro por assinatura, ela vai precisar de um carro; se ela usa um carro de um aplicativo, vai precisar de um carro; e, no final de semana, todo mundo quer ter um carro pra passar o final de semana", diz Mattar. "No Brasil, ainda existe o sonho de consumo de um carro porque o carro gera uma liberdade espetacular."

O executivo é um dos convidados do mais recente episódio da nova temporada de Líderes, programa original do Yahoo Finanças que coloca frente a frente executivos das principais empresas do Brasil e do mundo para discutir negócios, inovação, empreendedorismo e responsabilidade social.

Episódios anteriores

Neste episódio, Eugênio e Antonio Filosa, presidente da FCA (Fiat Chrysler Automobiles) na América Latina, explicam quais são as estratégias do mercado de carros para melhorar o cenário — e também como será o perfil de quem compra um carro nos próximos meses e após o fim da pandemia de covid-19.

O foco no carro como objeto de consumo, porém, não tira da Localiza a perspectiva de um futuro em que automóveis sejam apenas um serviço, um meio de transporte acionado por aplicativo e, se a tecnologia evoluir a tempo, quem sabe de direção totalmente autônoma, sem exigir alguém segurando o volante.

Segundo Mattar, a Localiza quer ser "o gestor do carro autônomo no futuro". E, para isso, está focando em competências digitais para lidar com o conceito de carro como serviço. "Quando tiver um carro autônomo, que a gente seja o maior gestor de frota da nossa região, onde a gente estiver operando, fazendo a logística, distribuição, manutenção, compra, o funding para comprar, o despache do carro..."

Ainda assim, o carro como consumo é o foco do curto e médio prazo. "Pelo o que nós temos ouvido falar, ainda pelo custo, pela dificuldade de produção... ainda é uma coisa mais longínqua. Vai chegar, mas mais distante. Por enquanto estamos focados no nosso carro a álcool, que é bastante sustentável também, e no carro elétrico que está chegando aí."

Quem é Eugênio Mattar

Eugênio Mattar, CEO da Localiza (Foto: Divulgação)
Eugênio Mattar, CEO da Localiza (Foto: Divulgação)

Formado em engenharia civil pela Universidade Federal de Minas Gerais, Eugênio fundou a Localiza em 1973, logo após terminar a faculdade. Ocupa o cargo de CEO desde então, onde fez a empresa tornar-se uma das mais valiosas do Brasil, com uma frota de mais de 200 mil carros.

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube