Mercado fechará em 2 h 29 min
  • BOVESPA

    125.642,16
    +1.030,12 (+0,83%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.188,31
    +277,78 (+0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,51
    +0,86 (+1,20%)
     
  • OURO

    1.800,40
    +0,60 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    39.644,05
    +1.873,32 (+4,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    931,41
    +1,48 (+0,16%)
     
  • S&P500

    4.395,35
    -6,11 (-0,14%)
     
  • DOW JONES

    34.943,08
    -115,44 (-0,33%)
     
  • FTSE

    7.016,63
    +20,55 (+0,29%)
     
  • HANG SENG

    25.473,88
    +387,45 (+1,54%)
     
  • NIKKEI

    27.581,66
    -388,56 (-1,39%)
     
  • NASDAQ

    14.963,25
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1110
    +0,0026 (+0,04%)
     

LG pode ter desistido de vender iPhones em suas lojas físicas

·2 minuto de leitura

A LG pode ter desistido de vender iPhones em suas Best Shops — rede de lojas físicas da empresa na Coreia do Sul — após uma reação negativa de companhias parceiras e da opinião pública local. De acordo com o portal SME Daily, a empresa aparentemente cancelou as negociações com a Apple após ver uma certa resistência em relação ao acordo.

Para relembrar, foi reportado em meados de junho que a LG e a Apple já estavam com negociações avançadas para que a sul-coreana abrisse “corredores” dedicados para os produtos da Apple nas Best Shops. Neles, os clientes poderiam ser atendidos por funcionários da Maçã, caso o acordo não incluísse a autorização para que os próprios vendedores da loja física prosseguissem com as vendas.

(Imagem: Rafael Damini/Canaltech)
(Imagem: Rafael Damini/Canaltech)

Na época, o único ponto que precisava ser acertado é se este acordo incluiria os MacBooks, Apple Watches e outros dispositivos da Gigante de Cupertino ou se seria limitado apenas aos iPhones. Independente de quais produtos seriam vendidos, as vendas nas Best Shops poderiam começar já neste ano, provavelmente a partir do começo de agosto, de acordo com as previsões de analistas.

Agora, porém, segundo o SME Daily, a LG suspendeu as negociações com a Apple após uma reação negativa de pequenas e médias empresas e da opinião pública na Coreia do Sul. Essa resistência local pode ser justificada por uma promessa feita pela LG em 2018. Na ocasião, a empresa havia se comprometido a vender apenas seus próprios celulares nas lojas, para que pequenos comércios locais pudessem competir com as vendas de dispositivos de outras marcas.

Samsung também quis vender celulares nas lojas da LG

A negociação entre a LG e a Apple assustou a Samsung, uma das principais rivais da empresa de Cupertino, e a fabricante dos celulares Galaxy teria entrado em contato com sua conterrânea para negociar a venda de seus smartphones nas Best Shops.

De acordo com os detalhes, essa negociação foi intermediada por três das maiores operadoras de telefonia locais, que também demonstraram interesse na venda de dispositivos Galaxy nas lojas físicas da LG no país. Essas mesmas empresas também teriam demonstrado uma resistência contra o interesse da LG em vender celulares da Apple nas Best Shops.

No entanto, conforme analistas do mercado previram, a possibilidade de a LG concordar em vender celulares da Samsung eram baixas, e a empresa provavelmente seguiria com o acordo com a Apple, antes de suspender de vez as negociações por conta da reação negativa no país.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos