Mercado fechado
  • BOVESPA

    119.920,61
    +356,17 (+0,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.934,91
    +535,11 (+1,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,70
    -0,01 (-0,02%)
     
  • OURO

    1.814,30
    -1,40 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    56.246,05
    -576,80 (-1,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.462,19
    -9,23 (-0,63%)
     
  • S&P500

    4.201,62
    +34,03 (+0,82%)
     
  • DOW JONES

    34.548,53
    +318,19 (+0,93%)
     
  • FTSE

    7.076,17
    +36,87 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.637,46
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    29.405,73
    +74,36 (+0,25%)
     
  • NASDAQ

    13.645,25
    +47,50 (+0,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3656
    -0,0010 (-0,02%)
     

LFTs tiveram ajuste com ação do BC e Tesouro, mas solução é consolidação fiscal, diz Campos Neto

Por Marcela Ayres
.

Por Marcela Ayres

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse nesta quinta-feira que houve ajuste nas LFTs após ação conjunta do BC e Tesouro, mas avaliou que isso "é paliativo", uma vez que o país precisa mostrar credibilidade na agenda de consolidação fiscal.

Ao participar de live promovida pelo Instituto ProPague, ele havia ponderado que na curva de LFTs --títulos pós-fixados atrelados à Selic-- era possível ver "Tesouro com pequena dificuldade" em meio à influência mais recente dos temores fiscais nos preços.