Mercado abrirá em 6 h 33 min

Lexus enfrenta crise da meia-idade com maior disputa entre SUVs

Chester Dawson

(Bloomberg) -- Grandes laços vermelhos e o slogan “December to Remember” (dezembro para ser lembrado) dos anúncios da Lexus no final do ano já fazem parte da temporada de festas tanto quanto os enfeites natalinos. Mas a marca de luxo tem menos motivos para comemorar este ano nos Estados Unidos, com vendas baixas e poucos veículos novos para exibir.

Trinta anos depois de sua estreia chocar as tradicionais montadoras alemãs, a demanda pela marca de luxo da Toyota Motor esfriou: as vendas devem ser mais baixas do que o volume vendido pela BMW e Mercedes-Benz, da Daimler. Antes líder inquestionável do grupo, a montadora japonesa não ocupa a primeira posição nos EUA desde 2010. A participação de mercado da Toyota caiu para 13% em relação ao pico de 18,2% de uma década atrás, segundo a consultoria Edmunds.

A estagnação da Lexus em seu 30º aniversário é um reflexo de sua linha de veículos ultrapassada, aumento da concorrência e incapacidade de acompanhar a crescente demanda dos americanos por utilitários esportivos maiores. Depois de uma década, dois de seus SUVs ainda não passaram por uma transformação completa, e a introdução de uma opção de três fileiras de bancos ao popular modelo RX no fim de 2017 não conquistou o número de compradores esperado.

“A Lexus perdeu um pouco de seu brilho”, disse Jake Fisher, diretor sênior de testes de automóveis da Consumer Reports, que aponta para ganhos de rivais como a marca Genesis, da Hyundai Motors. Os modelos Genesis estão pegando esse bastão, diz Fisher. “São o que a Lexus costumava ser: acessíveis, confortáveis e sem estresse.”

Os executivos e concessionárias da Toyota dizem que a pausa será temporária antes de uma explosão de produtos nos próximos dois anos. Observando que as vendas da Lexus estão “praticamente estagnadas” este ano, Bob Carter, o principal executivo de vendas da Toyota na América do Norte, disse a repórteres no início deste mês que uma versão atualizada do RX, o modelo mais vendido da Lexus, está a caminho como um prelúdio para mais veículos disponíveis nos showrooms dos EUA.

“Muitos produtos novos estão chegando para a Lexus”, disse.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Repórter da matéria original: Chester Dawson Southfield, cdawson54@bloomberg.net

Para entrar em contato com a editoria responsável: Craig Trudell, ctrudell1@bloomberg.net

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

©2019 Bloomberg L.P.