Mercado abrirá em 3 h 50 min
  • BOVESPA

    108.095,53
    +537,86 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.056,27
    +137,99 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,63
    +0,27 (+0,37%)
     
  • OURO

    1.786,80
    +1,30 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    49.910,66
    -660,50 (-1,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.304,52
    -0,59 (-0,05%)
     
  • S&P500

    4.701,21
    +14,46 (+0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.754,75
    +35,32 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.337,05
    0,00 (0,00%)
     
  • HANG SENG

    24.277,70
    +280,83 (+1,17%)
     
  • NIKKEI

    28.725,47
    -135,15 (-0,47%)
     
  • NASDAQ

    16.395,75
    +3,50 (+0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2698
    -0,0043 (-0,07%)
     

Levantamento do JáCotei mostra comportamento de preços antes da Black Friday

·3 min de leitura

Com a aproximação da Black Friday, muitos consumidores já buscam se preparar para encontrar os melhores descontos. Uma das formas de se prevenir contra falsas promoções é observar o histórico de preços dos produtos.

O comparador de preços JáCotei fez um levantamento que mostra a variação de preços dos 10 itens mais buscados, nas 10 categorias mais pesquisadas no site. Segundo a pesquisa, a variação média em todas as categorias entre 22 de setembro e 21 de dezembro foi de +1,1%.

Imagem: Reprodução/Unsplash/John Schnobrich
Imagem: Reprodução/Unsplash/John Schnobrich

Essa oscilação está próxima à inflação, que aponta para quase 10% ao ano. Apesar disso, algumas categorias enfrentaram aumentos mais elevados. Geladeira atingiu 10,83%, lavadora de roupas chegou a 7,34% e forno foi a 1,88%.

Segundo Antônio Coelho, CEO do JáCotei, isso demonstra que os consumidores devem ficar atentos. “Essa análise constata que, para escolher a melhor oferta, é preciso se preparar para a Black Friday. Por isso, comparar os preços e verificar seu comportamento pelo gráfico é primordial para economizar.”

A pesquisa indica, ainda, que algumas categorias tiveram queda de preços: ar condicionado (-6,88%), micro-ondas (-5,23%), pneu (-1,89%), notebook (-1,79%), TV (-1,15%) e fogão (-0,90%). “Existem períodos bons para comprar mesmo fora da Black Friday. É preciso ficar de olho nos preços o tempo todo para evitar cair em golpes ou ofertas maquiadas” alerta Coelho.

No levantamento, fica claro que todas as categorias tiveram oscilações de valores. “O sobe e desce de preços é constante. A pesquisa tem o objetivo de alertar e conscientizar os consumidores sobre a importância de utilizar os comparadores de preços, principalmente em períodos com maior demanda de promoções”, diz o executivo. “Durante a Black Friday, indicamos com o selo Desconto Real as ofertas que realmente tiveram queda preço”, destaca.

Dicas para encontrar o menor preço na Black Friday

Aplicativos de comparação de preços

Essas ferramentas facilitam a busca, especialmente para quem vai fazer compras em lojas físicas. Com isso, é mais fácil conferir os preços e confirmar se eles realmente estão com desconto.

Imagem: Reprodução/Unsplash/Pickawood
Imagem: Reprodução/Unsplash/Pickawood

Lista de desejos

Em geral, esses aplicativos oferecem a opção de incluir os produtos escolhidos em uma lista. No JáCotei, o sistema avisa quando há variação de preços nos produtos selecionados.

Histórico de preços

As ferramentas de comparação têm gráficos que indicam os preços dos produtos antes da Black Friday. Assim, é possível saber se o item realmente está em promoção.

Alerta de preços

Este recurso permite determinar o preço que se deseja pagar em um produto para ser avisado quando o valor for alcançado. Assim, o consumidor vai saber qual o momento certo de comprar.

Selo de desconto

Essa opção do JáCotei ajuda o consumidor a encontrar os descontos reais da Black Friday. O consumidor pode evitar os preços alterados às vésperas da promoção.

Extensão para navegador

Os comparadores de preços têm extensões para navegador que permitem encontrar boas ofertas. Elas funcionam em qualquer página, mesmo fora do canal específico da ferramenta de comparação.

Lojas confiáveis

É essencial comprar apenas em lojas confiáveis. Uma boa opção é conferir a lista de sites que devem ser evitados elaborada pelo Procon-SP.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos