Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.094,22 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,95 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    34.391,78
    +121,30 (+0,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,15 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,82 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Leste europeu corre para usar vacina Covid antes do vencimento

·3 minuto de leitura

(Bloomberg) -- No canto leste da União Europeia, dois países tentam desesperadamente evitar o desperdício de uma mercadoria preciosa: vacinas contra a Covid-19.

A demanda por vacinas despencou na Romênia e na Bulgária, acumulando estoques que autoridades precisam aplicar rapidamente antes que ultrapassem a validade. A alternativa seria destruí-las, o que seria deprimente, dada a escassez de doses em outros lugares.

Com o acúmulo, imunizantes estão sendo vendidos ou doados para outros países enquanto os governos querem atrasar outras entregas e a indústria hoteleira da Bulgária pressiona para que sejam aplicadas gratuitamente em turistas estrangeiros.

A hesitação nos dois países decorre de uma desconfiança de longa data quanto a autoridades, bem como do ceticismo em relação a algumas vacinas, principalmente após preocupações sobre a segurança da AstraZeneca. Na Romênia, apenas 24% da população está totalmente vacinada, e a porcentagem na Bulgária corresponde a metade disso.

A situação da Romênia é mais preocupante, com 35.000 vacinas da AstraZeneca vencidas na quarta-feira. (Os fabricantes estão testando para ver se a validade pode ser estendida.)

A Bulgária tem cerca de 20.000 vacinas que vencem no final de julho, embora espere usar muitas como segundas doses antes disso. Mas ambos querem atrasar recebimentos de mais produtos para evitar excesso de oferta; no caso da Romênia, 4,4 milhões têm vencimento nos próximos dois meses.

As baixas taxas de vacinação são um risco para os esforços da UE em superar a pandemia. O bloco já enfrenta a ameaça da cepa delta, que está se espalhando a partir do Reino Unido conforme medidas restritivas são afrouxadas e pessoas viajam nas férias de verão.

“As vendas ou doações recentes não afetarão a disponibilidade da vacina para nossos cidadãos,” disse o vice-ministro da saúde da Romênia, Andrei Baciu, em entrevista por telefone.

Com a queda da demanda na Bulgária, o governo planeja doar 150.000 doses - principalmente da Astra - aos países vizinhos dos Bálcãs. O setor do turismo do país quer que viajantes estrangeiros recebam doses de graça.

“Como a Bulgária e todos nós pagamos por essas doses com nossos impostos, sugerimos que sejam usadas para estimular o turismo de vacinas, em vez de jogá-las no lixo”, disse Polina Karastoyanova, diretora-gerente do Conselho Nacional de Turismo, na semana passada.

Na Romênia, o governo está mudando seu foco de cidades para áreas rurais em uma tentativa de impulsionar sua campanha de imunização. Mas enfrenta dificuldades.

“Ainda sou cética em relação às vacinas porque tenho dúvidas sobre sua segurança e efeitos colaterais de longo prazo”, disse Cristina Florescu, 37, da cidade de Suceava, no nordeste do país. “Já tenho efeitos colaterais por ter tido Covid e não quero me expor a outras substâncias.”

O governo também não parece ter grandes esperanças de que suas iniciativas tenham sucesso rapidamente. Concordou esta semana em vender quase 1,2 milhão de doses da Pfizer para a Dinamarca.

“Recebemos pedidos diariamente”, disse o primeiro ministro Florin Citu. “Estamos vendendo para a Dinamarca e vamos vender para mais países.”

Título em inglês:Eastern Europe Is Racing to Use Covid Shots Before They Expire

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos