Mercado fechado

Leilão de coleção de arte pode chegar a R$ 3,1 bilhões

·2 min de leitura
Marilyn Monroe pinturas
Andy Warhol é um dos artistas com obras presentes na coleção
(Alexander Demianchuk\TASS via Getty Images)
  • Coleção de obras de arte dos Macklowe será leiloada por R$ 3,1 bilhões 

  • Esta é a maior coleção de Arte Moderna e Contemporânea já lançada no mercado

  • Conjunto inclui obras de Andy Warhol, Mark Rothko e Alberto Giacometti 

Você provavelmente já se deparou, em algum momento, com a famosa pintura “Nine Marilyns”, feita por Andy Warhol em 1962 para celebrar a atriz Marilyn Monroe. O quadro é uma das 65 obras que compõem a coleção de arte do magnata Harry Macklowe e sua ex-mulher Linda, que será leiloada por nada menos que R$ 3,1 bilhões.

Leia também:

“A Coleção Macklowe se destaca como a maior coleção de Arte Moderna e Contemporânea já lançada no mercado”, disse Charles Stewart, CEO da Sotherby’s. “Fará história como um dos eventos marcantes que definem o mercado de arte e a história da Sotheby’s nos últimos 277 anos”.

O que estará sendo leiloado na Sotherby’s

A Sotherby’s, renomada casa de leilão, será a responsável pelo evento, que acontecerá entre novembro deste ano e maio de 2022. A escultura “Le Nez (O Nariz)” de Alberto Giacometti, e a abstrata “No. 7” de Rothko são as principais obras da coleção. Cada uma poderá arrecadar mais de R$ 372 milhões.

Já a de Andy Warhol está avaliada entre R$ 212 milhões e R$ 319 milhões, mesmo preço da “Untitled” de Cy Twombly.

A coleção dos Macklowe foi motivo de disputa na Justiça. O casal, que havia se divorciado, lutou amargamente no tribunal por causa do valor e receita das obras, até que o juiz decidiu, em 2018, que eles teriam que vender a coleção e dividir o dinheiro. Por conta da pandemia de Covid-19 o evento teve que ser postergado até o presente momento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos