Leilão para distribuidoras ocorrerá no 1º semestre

O governo pretende realizar um leilão de energia específico para cobrir a exposição das usinas distribuidoras que ficaram com parte da demanda descoberta neste ano após o pacote do governo de redução da tarifa de energia. Segundo o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Mauricio Tolmasquim, ainda não há data para a realização do leilão, embora as condições da concorrência já estejam sendo analisadas.

Já o diretor da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, Luciano Freire, chegou a pontuar que o leilão ocorrerá ainda no primeiro trimestre deste ano.

A EPE prevê, além desse leilão, a realização de mais quatro concorrências para a venda de energia. Duas devem ocorrer até maio. Uma para entrega no prazo de três anos e outra no prazo de cinco anos.

Para o segundo semestre, é previsto mais um leilão, do tipo A-5, com entrega no prazo de cinco anos. Está em análise ainda a realização de um leilão de reserva de energia até junho.

Tolmasquim informou também que já trabalha para a relicitação da Usina de Três Irmãos, cuja concessão não foi renovada pela Cesp.

Carregando...