Mercado abrirá em 3 h 4 min
  • BOVESPA

    121.241,63
    +892,84 (+0,74%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.458,02
    +565,74 (+1,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,58
    +0,22 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.843,20
    +13,30 (+0,73%)
     
  • BTC-USD

    37.193,99
    +752,25 (+2,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    733,16
    -1,98 (-0,27%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.752,30
    +31,65 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    29.642,28
    +779,51 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    28.633,46
    +391,25 (+1,39%)
     
  • NASDAQ

    12.917,00
    +114,75 (+0,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4102
    +0,0149 (+0,23%)
     

Laura Carvalho e Samuel Pessôa debatem crescimento com responsabilidade fiscal

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Folha de S.Paulo e o o Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas promovem nesta quinta (26), a partir das 10h, evento online para apontar saídas para o cenário pós pandemia e as alternativas para acelerar o crescimento da economia mantendo as contas públicas sob controle. Nos últimos anos, mesmo antes da pandemia da Covid-19, a economia brasileira já vinha apresentando crescimento medíocre, ao redor de 1% ao ano. Agora, com os gastos extras para combater os efeitos do coronavírus, o temor é que as contas públicas saiam do controle, comprometendo a retomada prevista para 2021. Com o forte aumento da desigualdade, queda na ocupação e recuo do PIB estimado em cerca de 5% neste ano, iniciar um novo ciclo de crescimento será essencial para absorver milhões de desempregados, reduzir a informalidade e minorar o quadro fiscal, tanto pelo lado da receita como dos gastos públicos. Mas como gerar crescimento dentro de um quadro de incertezas, com uma dívida bruta que caminha para 100% do PIB, sem reformas essenciais para destravar o país e que possam reduzir os gastos da União, tornando o Brasil menos desigual e mais produtivo? Participam do evento "Como gerar um novo ciclo de crescimento" a economista Laura Carvalho, professora livre-docente da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo, e Samuel Pessôa, pesquisador associado do Ibre-FGV --com mediação do repórter especial da Folha Fernando Canzian. O debate poderá ser visto à partir das 10h desta quinta-feira (26) pelo link: https://www.youtube.com/watch?v=XQX3e91cMaM&feature=youtu.be