Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.132,20 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,62 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,04
    -1,53 (-2,86%)
     
  • OURO

    1.827,70
    -23,70 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    37.343,00
    +1.237,15 (+3,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    701,93
    -33,21 (-4,52%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.573,86
    +76,96 (+0,27%)
     
  • NIKKEI

    28.519,18
    -179,12 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    12.759,00
    -142,00 (-1,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3926
    -0,0485 (-0,75%)
     

Laudo indica que Sean Connery morreu de insuficência cardíaca e pneumonia

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O atestado de óbito de Sean Connery aponta que ele morreu de insuficiência respiratória como resultado de pneumonia, velhice e fibrilação atrial, frequência cardíaca irregular que pode aumentar o risco de derrames, insuficiência cardíaca e outras complicações relacionadas ao coração. De acordo com a mulher do ator, Micheline Roquebrune, Connery morreu pacificamente, enquanto dormia, aos 90 anos. O documento obtido pelo site TMZ indica ainda que o óbito do artista aconteceu no último dia 31 de outubro, à 1h30, na propriedade dele, nas Bahamas. Connery protagonizou filmes memoráveis como "O Nome da Rosa" (1986), "Os Intocáveis" (1987) e "indiana Jones e a Última Cruzada" (1989). Porém, o grande destaque foi como James Bond, nos primeiros filmes da franquia 007: "O Satânico Dr. No" (1962) , "Moscou Contra 007" (1963) e "Moscou Contra 007" (1963). A arma usada por Connery no primeiro filme do espião britânico será a principal atração de um leilão em Hollywood em dezembro. A pistola semiautomática Walther PP, que assim como o modelo menor PPK se tornou uma das imagens mais conhecidas da franquia, deve sair por algo entre 150 mil e 200 mil dólares na venda de 6 de dezembro da Julien's Auctions em Beverly Hills, segundo informou a casa de leilões. "A silhueta de 007 segurando esta arma se tornaria a imagem mais emblemática da franquia James Bond e uma das referências pop mais reconhecíveis de todos os tempos", disse Martin Nolan, diretor-executivo da Julien's Auctions, em um comunicado.