Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.582,52
    +2.094,64 (+1,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.397,72
    -120,58 (-0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,60
    +0,32 (+0,29%)
     
  • OURO

    1.851,80
    +9,70 (+0,53%)
     
  • BTC-USD

    29.259,68
    -711,62 (-2,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    657,01
    -17,86 (-2,65%)
     
  • S&P500

    3.973,75
    +72,39 (+1,86%)
     
  • DOW JONES

    31.880,24
    +618,34 (+1,98%)
     
  • FTSE

    7.513,44
    +123,46 (+1,67%)
     
  • HANG SENG

    20.470,06
    -247,18 (-1,19%)
     
  • NIKKEI

    27.001,52
    +262,49 (+0,98%)
     
  • NASDAQ

    12.062,50
    +221,75 (+1,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1408
    -0,0120 (-0,23%)
     

Latam, Gol e Azul somam mais de R$ 70 bilhões de prejuízo na pandemia

·1 min de leitura
As três maiores companhias aéreas em atuação no Brasil, Latam, Gol e Azul, tiveram juntas o prejuízo líquido acima dos R$ 70 bilhões. Foto: Getty Images.
As três maiores companhias aéreas em atuação no Brasil, Latam, Gol e Azul, tiveram juntas o prejuízo líquido acima dos R$ 70 bilhões. Foto: Getty Images.
  • As três maiores companhias aéreas em atuação no Brasil, Latam, Gol e Azul, tiveram juntas o prejuízo líquido acima dos R$ 70 bilhões.

  • O prejuízo líquido da Latam foi de US$ 9,2 bilhões, cerca de R$ 43,2 bilhões na cotação atual.

  • As companhias brasileiras Gol e Azul tiveram um prejuízo líquido somado de R$ 21,2 bilhões.

Latam, Gol e Azul, as três maiores companhias aéreas atuantes no Brasil sofreram um prejuízo líquido somado de R$ 71 bilhões no período de pandemia da Covid-19. Entre 2020 e 2021, a primeira empresa teve as maiores perdas.

O prejuízo líquido da Latam, que divulga o resultado financeiro em dólar, atingiu US$ 9,2 bilhões, cerca de R$ 43,2 bilhões na cotação atual, de acordo com o balanço divulgado em 9 de março.

Leia também:

Atualmente, a empresa está em recuperação judicial nos Estados Unidos, depois de pedido realizado em maio de 2020.

O valor final foi afetado pela restrição de voos durante a pandemia nos países em que a Latam atua. Enquanto em 2020 o prejuízo foi de R$ 21,4 bilhões, em 2021, o número piorou, com as perdas chegando a R$ 21,9 bilhões, ou seja, um salto de 2,2%.

Apenas no último trimestre de 2021, o prejuízo chegou a US$ 2,8 bilhões, cerca de R$ 13 bilhões, representando um aumento de 186,3%, contra o mesmo período do ano anterior.

Enquanto isso, as companhias brasileiras Gol e Azul tiveram um prejuízo líquido somado de R$ 21,2 bilhões.

Para a Gol, 2021 foi seu pior ano, com um saldo negativo de R$ 7,2 bilhões. Em 2020, a empresa teve o prejuízo líquido de R$ 2,3 bilhões.

*Com informações do portal Poder 360.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos