Mercado fechado

Latam: Clientes com destino à Itália, Chile e Israel poderão trocar passagens sem multa

Ivan Ryngelblum

De acordo com a aérea, no entanto, passageiros terão de arcar com a diferença tarifária A Latam Airlines informou que clientes que adquiriram passagens para o Chile, Israel e Itália poderão mudar a data e/ou o destino do voo, sem pagamento de multa, após os governos dos três países terem adotado medidas restritivas em resposta à propagação do novo coronavírus (covid-19).

Pessoas com passagens aéreas adquiridas para voos de e para a Itália a serem operados até 30 de abril de 2020 poderão optar pela alternativa que desejarem para viajar até 31 de dezembro. As mesmas condições valem para clientes com voos marcados para o Chile a partir da Itália e da Espanha.

No caso de viagens para Israel, a reprogramação poderá ser feita para voos a serem operados até 1º de abril. O prazo máximo da viagem também é 31 de dezembro.

De acordo com a Latam, os clientes terão de arcar com a diferença tarifária.