Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.811,40
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    17.002,71
    +61,60 (+0,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Latam Airlines sai de recuperação judicial nos EUA

SÃO PAULO (Reuters) - A Latam Airlines, maior grupo de transporte aéreo da América Latina, informou na noite de quinta-feira a conclusão do seu processo de recuperação judicial nos Estados Unidos, em movimento já antecipado pela companhia aérea.

Em 2020, a Latam entrou com um pedido sob o Capítulo 11 da Lei de Falências devido ao impacto da pandemia, e no último mês de junho recebeu aprovação do tribunal para sair do processo, após apresentar um plano de injeção de 8 bilhões de dólares via aumento de capital, emissões de títulos conversíveis e nova dívida.

"Tendo mantido sua posição de liderança enquanto reduziu custos significativamente, a Latam saiu da reorganização como um grupo mais eficiente", disse a empresa em comunicado na quinta-feira.

A aérea adiantou em meados de outubro que sairia da recuperação judicial em 3 de novembro. A dívida da empresa no balanço patrimonial diminuiu cerca de 35% ante o período anterior ao início do processo de reestruturação, segundo o comunicado na quinta-feira.

(Por Andre Romani)