Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.541,95
    -1.079,62 (-1,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.524,45
    -537,16 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    106,15
    +0,39 (+0,37%)
     
  • OURO

    1.805,70
    -1,60 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    20.390,60
    +342,30 (+1,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    436,24
    +4,77 (+1,11%)
     
  • S&P500

    3.785,38
    -33,45 (-0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.775,43
    -253,88 (-0,82%)
     
  • FTSE

    7.169,28
    -143,04 (-1,96%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.190,65
    -202,39 (-0,77%)
     
  • NASDAQ

    11.497,00
    -32,50 (-0,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4973
    -0,0083 (-0,15%)
     

Latam Airlines diz que tribunal dos EUA aprovou plano de reestruturação

SANTIAGO (Reuters) - A Latam Airlines, maior companhia aérea da América Latina, informou na noite de sábado que o tribunal norte-americano que avalia seu caso aprovou o plano de reorganização da empresa.

A decisão do tribunal de Nova York que julga o caso sob o Capítulo 11 da Lei de Falências dos EUA, motivado pelo impacto da pandemia de Covid-19, aconteceu pouco mais de um mês depois de a companhia aérea anunciar que quase todos os seus credores haviam aprovado o plano.

“Estamos muito satisfeitos com a confirmação do juiz a nosso plano de reestruturação. Este é um passo muito importante no processo para sair do Capítulo 11, e continuaremos trabalhando intensamente para concluir os últimos passos durante os próximos meses”, disse o CEO da Latam, Roberto Alvo, em comunicado.

O planto prevê recursos de 8,19 bilhões de dólares, por meio de um aumento de capital, emissão de três séries de títulos conversíveis e nova dívida.

A companhia aérea, que entrou em recuperação judicial em maio de 2020, disse que agora se concentrará na conclusão das etapas pendentes no Chile, que incluem uma reunião extraordinária de acionistas para aprovar a nova estrutura de capital e o registro de ações e títulos conversíveis com o órgão regulador local, entre outras.

A saída da Latam do processo do Capítulo 11 é prevista para a segunda metade de 2022, acrescentou a empresa, com sede em Santiago e filiais em Brasil, Colômbia, Equador, Peru e Estados Unidos.

(Reportagem de Natalia Ramos)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos