Mercado abrirá em 5 h 28 min
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,97
    +0,53 (+0,64%)
     
  • OURO

    1.777,20
    +11,50 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    62.340,67
    +109,51 (+0,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.456,08
    +4,44 (+0,31%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.203,83
    -30,20 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    25.758,03
    +348,28 (+1,37%)
     
  • NIKKEI

    29.215,52
    +190,06 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.310,75
    +20,25 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4139
    +0,0224 (+0,35%)
     

The Last of Us │ Criador do game vai dirigir episódios da série da HBO

·2 minuto de leitura

A série de The Last of Us da HBO tem uma excelente notícia para os fãs que estavam preocupados com a fidelidade da adaptação. O diretor do game e principal nome por trás da franquia, Neil Druckmann, também vai dirigir alguns episódios do seriado — o que ajuda a garantir que todo o clima que conquistou o público nos jogos seja fielmente levado para a TV.

De acordo com a lista de produção disponibilizada pelo Sindicato de Diretores do Canadá, onde The Last of Us está sendo filmado, Druckmann vai ser um dos cinco diretores a comandarem a adaptação. Não foi informado, porém, quantos episódios ele deve dirigir e nem quem são os outros nomes envolvidos. Até agora, tudo o que sabemos é que o russo Kantemir Balagov ficou à frente do piloto da série.

Neil Druckmann já tem muita experiência com direção de jogos e agora chega à TV (Imagem: Reprodução/Sony)
Neil Druckmann já tem muita experiência com direção de jogos e agora chega à TV (Imagem: Reprodução/Sony)

Apesar de Neil Druckmann ser um novato no mundo da televisão, a sua presença na versão da HBO de The Last of Us é algo a ser visto com muito alívio pelos fãs. Além de dirigir pelo menos um episódio, ele também atua como roteirista e produtor executivo da adaptação, o que lhe dá bastante poder para decidir os rumos que o seriado está tomando. Assim, as chances de ter alguma descaracterização caem significativamente.

E o próprio histórico dele com videogames é algo que nos faz olhar com otimismo para seu envolvimento na direção da série. Tanto no primeiro jogo quanto em sua sequência, a direção é um dos pontos altos de The Last of Us, principalmente pelo modo como tudo é conduzido para criar a tensão necessária entre os personagens e o mundo pós-apocalíptico e também para deixar claro que ninguém ali é santo e que todas as decisões que precisam ser tomadas são duras.

Por mais que as linguagens do jogo e da TV sejam bem diferentes, o simples fato de Druckmann chegar à série já com toda essa bagagem é algo muito positivo e que certamente vai agregar à produção como um todo. Por isso mesmo, The Last of Us já desponta como uma das séries mais aguardadas de 2022 — se é que ela vai ser exibida até lá, já que nenhuma data foi confirmada até agora.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos