Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.338,47
    -185,93 (-0,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Lanterna Verde mais jovem cria construtos que surpreendem os veteranos da Tropa

·3 min de leitura

A Tropa dos Lanternas Verdes, em seus quase 70 anos de existência, conta com muitos personagens interessantes e queridos do público. Alguns deles são muito populares e poderosos, a exemplo de Hal Jordan, John Stewart, Kyle Rayner, Alan Scott, entre outros. Mas é a mais jovem adição à equipe, Keli Quintela, que talvez tenha construído os melhores construtos a partir de seu anel energético e de sua força de vontade.

Keli Quintela usa um dispositivo alienígena que ela encontrou em um ferro-velho, após um combate entre um homem e um extraterrestre. Ela conseguiu hacker o objeto e acessar a energia da Bateria do Poder dos Guardiões do Universo, sem o conhecimento da tropa. A menina boliviana, um gênio prodígio, conseguiu montar um alimentador que transforma a força de vontade em construtos sólidos, a partir de uma luva, de maneira semelhante aos anéis dos Lanternas Verdes — só que de forma um tanto quanto imprevisível. Após muitas aventuras, principalmente junto da equipe terrestre que integra, a Justiça Jovem, a garota acabou entrando oficialmente para os Lanternas Verdes.

Atenção: spoilers a seguir!

Após se tornar integrante da tropa, Keli, também conhecida como a "Lanterna Adolescente", foi levada por John Stewart e Simon Baz para Oa, logo quando o planeta natal dos Lanternas Verdes sofria um duro ataque, cujos responsáveis ainda não foram revelados. Jo Mullein, outra guerreira esmeralda que apareceu recentemente, assumiu a liderança da tropa emergencialmente, e está treinando Keli.

Keli é impulsiva e imprevisível, mas também tem grande força de vontade e potencial. E isso foi mostrado na maneira como ela gerou os melhores construtos já realizados por um novato — e, talvez, até mesmo pelos veteranos. Isso aconteceu quando Keli atacou, sozinha, a base da Tropa Sinestro, por acreditar que eles foram responsáveis pela ofensiva contra Oa.

Em Green Lantern #7, com roteiro de Geoffrey Thorne e arte de Tom Raney e Marco Santucci, mesmo após ser resgatada de Nova Korugar, base da Tropa Sinestro, Keli continua acreditando que os usuários dos anéis amarelos foram os responsáveis pelo ataque em Oa. Isso faz com que a menina avance pelo planeta com uma raiva descomunal, aparentemente influenciada por sua misteriosa manopla de energia, que parece ter algum grau de senciência. Foi necessária a intervenção da Lanterna Verde Jessica Cruz, que deixa a jovem desacordada, para os demais membros da tropa poderem recolher a garota e tentar levá-la para um lugar mais seguro.

Enquanto estava inconsciente, a lanterna adolescente começou a gerar construtos de energia verde, quase como um sistema de segurança. O mais interessante é como as criações da menina são diferentes das de outros guerreiros esmeralda. Keli produz cópias dos heróis da Terra, principalmente de outros membros da Justiça Jovem, como o Robin. Isso resulta, durante os acontecimentos de Green Lantern #7, na garota atacando todos os presentes com vários construtos na forma do Robin. E não parou por aí: ela também gerou cópias do Superboy, da Garota-Maravilha, do Tornado Vermelho e de membros da Tropa dos Lanternas.

<em>Cena de Green Lanter #7 (Imagem: Reprodução/DC Comics)</em>
Cena de Green Lanter #7 (Imagem: Reprodução/DC Comics)

Isso mostra o quão efetivo é fazer cópias de heróis com os poderes do anel de energia — mas é algo que os veteranos nunca usaram dessa forma ou com frequência. Olhando para o subtexto, isso pode significar algum medo de Keli em estar sozinha, já que inconscientemente a manopla "convocou" vários de seus colegas de equipe; porém, a aplicação prática dessa técnica nos combates faz dela praticamente um exército de uma garota só. E mais, suas criações parecem ter surtido mais efeito do que os construtos em forma de armas ou outras estruturas geradas pela maioria dos Lanternas Verdes.

Contudo, o uso inconsciente desses construtos preocupa os veteranos da Tropa. Desde sua introdução, a misteriosa manopla de energia usada por Keli parece ir bem além dos tradicionais aneis, e de maneira tão poderosa quanto imprevisível. O futuro da jovem, com certeza, ainda reserva muitas emoções.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos