Mercado fechado

Lançamento do Twitter Blue é suspenso para inibir “falsas” contas ‘verificadas’

Lançamento do Twitter Blue é suspenso para inibir “falsas” contas ‘verificadas’ (Foto: Jakub Porzycki/NurPhoto via Getty Images)
Lançamento do Twitter Blue é suspenso para inibir “falsas” contas ‘verificadas’ (Foto: Jakub Porzycki/NurPhoto via Getty Images)
  • O plano foi suspenso para reprimir um aumento de contas verificadas que se passavam por figuras famosas;

  • O Twitter anunciou internamente que está tentando bloquear novas assinaturas por enquanto;

  • A medida foi uma das primeiras anunciadas pela rede social sob a direção de Elon Musk.

O Twitter supostamente suspendeu o lançamento do plano “Twitter Blue” de US $ 8 por mês para reprimir um aumento de contas “falsas” verificadas que se passavam por figuras famosas – incluindo Jesus Cristo – e empresas. A cobrança do valor para os verificados tinha sido uma das primeiras medidas anunciadas pela rede social sob a direção de Elon Musk.

De acordo com Zoe Schiffer, do Platformer, o Twitter anunciou internamente que está tentando bloquear novas assinaturas por enquanto “para ajudar a resolver problemas de representação”,

Além disso, a rede social adicionou novamente um rótulo “oficial” para contas verificadas pertencentes a anunciantes – apenas alguns dias após Musk ter vetado a etiqueta.

“Uma atualização sobre o que fizemos hoje à noite: ocultamos o ponto de entrada no Twitter Blue, adicionamos o rótulo 'oficial' SOMENTE para anunciantes. Observação: aqui está pelo menos uma maneira de os usuários se inscreverem no Blue. Os usuários do Legacy Blue podem acessar as assinaturas e atualizar”, disse a mensagem interna, que teria sido postada na plataforma de mensagens Slack do Twitter.

“Nota 2: os assinantes Blue existentes ainda terão acesso aos seus recursos Blue”, acrescentou a mensagem.

O sistema de verificação do Twitter tem sido amplamente explorado por contas “trolls” que se passam por grandes celebridades ou marcas desde seu lançamento nesta semana.

Até mesmo uma conta chamada “Jesus Cristo” estava entre as que receberam uma marca de verificação azul – para diversão de outros usuários do Twitter.

“Quem tem dois polegares e verificou?” escreveu a conta @Jesus .

Na quinta-feira, uma conta falsa verificada representando a empresa farmacêutica Eli Lilly afirmou que a empresa estava “animada em anunciar que a insulina é gratuita agora”.

“No futuro, as contas envolvidas em paródia devem incluir 'paródia' em seu nome, não apenas na biografia”, tuitou Musk na quinta-feira.