Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.865,90
    -50,40 (-2,63%)
     
  • BTC-USD

    23.433,22
    -131,16 (-0,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

Lançamento da Artemis I será adiado para outubro

Artemis I sofreu com outra falha técnica no sábado (Photo by Joe Raedle/Getty Images)
Artemis I sofreu com outra falha técnica no sábado (Photo by Joe Raedle/Getty Images)
  • Artemis I sofreu com novos problemas técnicos na tentativa de sábado (03);

  • Missão Crew 5 já está programada para o período de 19 de setembro a 04 de outubro;

  • Próxima janela de lançamento possível acontece somente entre os dias 17 e 31 de outubro.

A NASA anunciou em comunicado oficial que não deverá retomar com as tentativas de lançamento da missão Artemis I nesta semana. A agência afirmou que deve realizar a decolagem somente no final de outubro.

Para lançar o foguete, além de não haver falhas técnicas, como ocorreram nos últimos dias, é necessário que haja um bom tempo. Isto porque a espaçonave Orion depende de painéis solares para a geração de sua energia, ao invés de células de combustível.

As únicas datas com o clima apropriado para isso foram 29 de agosto, 2 de setembro e 5 de setembro. No entanto, essas tentativas foram frustradas com problemas técnicos. No último sábado foi detectado um grande vazamento de combustível durante o procedimento de abastecimento do foguete Space Launch System (SLS), responsável por levar a espaçonave à órbita.

A NASA, nesta segunda-feira, afirmou que não teria tempo hábil para reparar os problemas para uma nova tentativa ainda nesta semana, sendo necessária a substituição de uma junta de vedação de combustível.

A próxima janela de lançamento possível seria entre os dias 19 de setembro e 4 de outubro, no entanto esse calendário entra em conflito com os preparativos da missão Crew-5, que leva quatro astronautas para a Estação Espacial Internacional (ISS).

Por conta disso, o próximo lançamento da Artemis I deve ocorrer somente entre os dias 17 e 31 de outubro, quando haverá boas condições climáticas para que a Orion possa manobrar no espaço.

Apesar das falhas, o atual administrador da NASA, Bill Nelson, reforçou que a segurança da espaçonave é uma prioridade da agência espacial, e que o objetivo da Artemis I é ser uma missão teste, que servirá para encontrar e reparar problemas no foguete SLS e na Orion, e também recolher dados sobre o trajeto planejado da missão Artemis III.