Mercado abrirá em 3 h 11 min
  • BOVESPA

    129.441,03
    -634,97 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,16 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,45
    +0,54 (+0,76%)
     
  • OURO

    1.861,60
    -18,00 (-0,96%)
     
  • BTC-USD

    39.634,36
    +4.055,48 (+11,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    907,39
    -34,43 (-3,66%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,40 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.160,30
    +26,24 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    29.161,80
    +213,07 (+0,74%)
     
  • NASDAQ

    14.028,00
    +33,75 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1908
    -0,0018 (-0,03%)
     

Lançamento de foguete da ULA é adiado e privilegia SpaceX no mercado

·2 minuto de leitura
Lançamento de foguete da ULA é adiado e privilegia SpaceX no mercado
Lançamento de foguete da ULA é adiado e privilegia SpaceX no mercado

Principal concorrente da SpaceX, a United Lauch Alliance (ULA) passa por uma situação que coloca a empresa rival em evidência no mercado. O desenvolvimento do foguete Vulcan Centaur atrasou e a previsão atual é que o veículo espacial só fique pronto em 2023.

Em agosto do ano passado, a ULA recebeu um contrato de US$ 337 milhões (R$ 1,8 bilhão, na cotação desta sexta-feira, 21) para lançar as missões chamadas USSF-51 e USSF-106, programadas para o final de 2022 e meados de 2023, respectivamente. De acordo com a Força Espacial dos Estados Unidos, tanto a ULA quanto a SpaceX foram escolhidas para lançar satélites militares e de agências de inteligência em um acordo de cinco anos.

Leia mais:

Lançamento defoguete Falcon 9, da SpaceX
Atraso no foguete da ULA garante ao Falcon posição privilegiada no mercado. Imagem: Shutterstock

Mas, como o Vulcan Centaur não ficará a tempo da missão USSF-51, o braço das Forças Armadas dos EUA permitiu que a empresa realize o lançamento com o Atlas 5, foguete antigo da ULA. A mudança foi confirmada pela companhia na quarta-feira (19).

Ainda no ano passado, Tory Bruno, CEO da ULA, havia dito que a empresa planejava oferecer o Atlas 5 como veículo alternativo, caso acontecesse algum atraso com o Vulcan Centaur. A troca, porém, penaliza a companhia financeiramente, pois o Atlas 5 é mais caro. Os custos da mudança não são repassados ao governo norte-americano, como previsto em contrato.

O atraso na entrega do novo foguete da empresa foi “previsto” por Elon Musk, CEO da concorrente SpaceX. Em 2018, antes do primeiro voo do Falcon Heavy, o bilionário sul-africano desafiou o veículo da outra empresa e disse que os lançamentos do Vulcan Centaur não aconteceriam antes de 2023.

Ele “comeria seu chapéu com mostarda” se a estreia do foguete fosse antes. Parece que Musk não precisará fazer isso, além de garantir aos seus Falcon uma posição privilegiada no mercado.

Via: Teslarati / Space News

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!