Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,46 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.386,43
    +142,62 (+0,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

Lagarde diz a autoridades do BCE para conter críticas e vazamentos, segundo fontes

·1 min de leitura
Presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde

Por Balazs Koranyi e Francesco Canepa

WASHINGTON (Reuters) - A presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, disse às autoridades para evitarem opiniões divergentes sobre as decisões por vários dias, uma medida que, segundo os críticos, trava a capacidade de apresentar uma visão íntegra do debate, disseram fontes.

Lagarde prometeu construir consenso quando assumiu a chefia do BCE no final de 2019, após um final turbulento da presidência de Mario Draghi.

Mas ela tem sofrido com a dissidência vocal de autoridades com visão inclinada a aperto monetário- que acham a política do banco muito frouxa em um momento de inflação recorde na zona do euro - e vazamentos persistentes sobre os prós e contras do debate interno.

Lagarde disse aos formuladores de política monetária para apresentarem a visão majoritária ao público após as decisões do BCE, que são publicadas às quintas-feiras, e reter opiniões "pessoais" até a segunda-feira seguinte, disseram quatro fontes com conhecimento direto da discussão.

As diretrizes, que não estão sujeitas a votação formal no Conselho do BCE, também instruem as autoridades a não vazarem detalhes da discussão interna para a imprensa, afirmaram as fontes à Reuters.

Um porta-voz do BCE se recusou a comentar.

As novas diretrizes são informais e apenas expressam as expectativas de Lagarde, o que significa que as autoridades não enfrentam represálias por se desviarem delas.

Os críticos dizem que as novas diretrizes diminuem efetivamente a voz dos dissidentes porque eles são orientados a falar somente depois que o ciclo de notícias avança, então terão dificuldades para alcançar seu público alvo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos