Mercado fechado

Lagarde, do BCE, alerta que prazo de 11 meses pode ser apertado para acordo do Brexit

BERLIM (Reuters) - A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, sugeriu que não é certo que 11 meses sejam suficientes para a conclusão de um acordo comercial entre o Reino Unido e a União Europeia (UE), dizendo em entrevista à revista Challenge que esse prazo é curto.

"O Reino Unido está para deixar a União Europeia em 31 de janeiro de 2020. Isso significa uma incerteza a menos, o que é boa notícia para os investidores. Dito isso, o maior desafio ainda está por vir --a questão de se chegar a um acordo comercial entre Londres e a UE durante o período de transição de 11 meses", ela disse.

"O impacto econômico e financeiro do Brexit vai depender dos detalhes desse acordo --se de fato um pode ser alcançado-- durante esse curto período de tempo", acrescentou, ecoando alertas já feitos pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, de que seria difícil concluir um acordo abrangente até o final deste ano.

Na entrevista, publicada pelo BCE em seu site nesta quarta-feira, Lagarde também disse que a revisão de estratégia do banco seria um bom momento para examinar o impacto dos riscos climáticos no modelos macroeconômicos do banco e nas consequências para a política.

(Por Thomas Escritt e Michelle Martin)