Mercado fechará em 3 h 43 min
  • BOVESPA

    125.148,43
    -998,23 (-0,79%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.210,48
    -30,03 (-0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,80
    -0,11 (-0,15%)
     
  • OURO

    1.802,70
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    32.201,12
    -195,62 (-0,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    779,14
    -14,59 (-1,84%)
     
  • S&P500

    4.404,13
    +36,65 (+0,84%)
     
  • DOW JONES

    35.028,10
    +204,75 (+0,59%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.065,00
    +136,50 (+0,91%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0869
    -0,0333 (-0,54%)
     

Lagarde alerta líderes da UE sobre fim prematuro de estímulo

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, instou líderes da União Europeia a manterem as rédeas fiscais frouxas, alertando que um freio prematuro das medidas de estímulo poderia prejudicar a recuperação.

Durante cúpula de líderes da UE em Bruxelas na sexta-feira, Lagarde disse que o apoio contínuo é necessário para evitar que a pandemia deixe grandes cicatrizes na economia, segundo uma autoridade a par dos comentários.

A presidente do BCE citou o exemplo das consequências da grande crise financeira, quando a recuperação em 2011 não se sustentou porque “os brotos verdes não foram regados”, segundo a autoridade, que pediu para não ser identificada.

As economias europeias iniciam uma forte recuperação na esteira da campanha de vacinação cada vez mais rápida. Com a queda dos casos de Covid-19 e aumento da demanda elevando os preços, a pressão aumenta para que o BCE considere a retirada do estímulo de emergência e para que governos avaliem como reduzir o peso da dívida.

Nos comentários aos líderes, Lagarde reiterou sua visão de que a aceleração iminente da inflação no terceiro trimestre será temporária e que as pressões de preços subjacentes permanecerão moderadas. Ela também disse que é necessário um crescimento mais dinâmico e sustentável e que a política monetária continuará a desempenhar um papel no aumento da confiança.

O BCE prevê que o PIB da zona do euro retornará aos níveis anteriores à pandemia no primeiro trimestre de 2022, três meses antes do esperado. Os riscos para as perspectivas agora estão equilibrados.

Lagarde exortou os líderes a avançarem os planos para os mercados de capitais da UE e de união bancária, pois anos de negociações ainda não conseguiram um progresso significativo. Nenhum avanço foi visto na cúpula de sexta-feira, já que as próximas eleições Alemanha suspenderam as discussões entre as autoridades da zona do euro.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos